Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

São Paulo e Porto Alegre trabalham para ter uma legislação mais favorável à infraestrutura
Agência Telebrasil
08/06/2018

A prefeitura de São Paulo quer mudar a imagem da cidade e fomentar a instalação de infraestrutura de telecomunicações para ampliar a oferta de internet e telefonia em todas as regiões do município. E a grande aposta é a aprovação, ainda em junho, de uma nova lei que desvincula as estações radiobase (ERBs) das teles daquelas das edificações e equipamentos.

“Vamos criar uma licença para a instalação de infraestrutura de telecomunicações, com uma concessão rápida e automática”, antecipou o secretário de Governo da prefeitura de São Paulo, Júlio Semeghini. A cidade de São Paulo ocupa a penúltima colocação no ranking Cidades Amigas da Internet, elaborado pela consultoria Teleco. A posição ruim deve-se ao fato de o município possuir legislação restritiva para a instalação de ERBs, impor uma burocracia nos processos e estabelecer custos elevados às prestadoras de telecomunicações.

Em entrevista à Newsletter da Telebrasil, durante o Painel Telebrasil 2018, realizado de 22 a 24 de maio, em Brasília, Semeghini sustentou que a ordem é mudar esse cenário. O secretário disse acreditar que a nova lei já estará em vigor no segundo semestre. “Precisamos ter mais infraestrutura até para atender o 4G, que se massifica, e o 5G, que está chegando”, enfatizou.

Assista à entrevista com Júlio Semeghini.

Também considerada uma cidade restritiva à infraestrutura de telecomunicações, Porto Alegre quer alterar a sua legislação para massificar o acesso à internet e à telefonia. Em entrevista à Newsletter da Telebrasil, o procurador-geral adjunto de Domínio Público, Urbanismo e Meio-Ambiente, Nelson Marisco, disse que está encaminhando um Projeto de Lei à Câmara de Vereadores que retira a exigência de licença ambiental para as estações radiobase.

“Temos a convicção que é possível fazer essa ação”, sublinhou. O objetivo é mudar a legislação em um prazo de até seis meses. Assista à entrevista com Nelson Marisco.

LEIA TAMBÉM:

07/09/2018
Painel TELEBRASIL 2019 será vitrine de soluções com TICs

01/08/2018
Expansão das telecomunicações garantiu crescimento econômico ao Brasil

01/08/2018
Legislação precisa migrar do passado para o futuro

31/07/2018
Anatel: números expressam o sucesso do modelo

31/07/2018
Vinte anos de privatização das telecomunicações

09/07/2018
Aprovação do PLC 79/16 abre espaço para mais serviços via satélite

18/06/2018
Tributo "Zero" para um Brasil no Século XXI

18/06/2018
Na era digital, o Brasil é o país que mais cobra impostos sobre os serviços aos consumidores

18/06/2018
Expansão da banda larga passa pelo uso correto dos fundos setoriais

18/06/2018
Como agente arrecador do Fisco, Anatel tem a missão de buscar a eficiência no setor




 

UIT confirma: Brasil tem a maior carga tributária do mundo sobre internet fixa e móvel

Os tributos no Brasil representam 40%, bem acima da média mundial, que é de 16%. Estudo da entidade leva em conta a carga tribu ...

LEIA MAIS



Mais de 4 mil pedidos de instalação de novas antenas de celular aguardam licenciamento no Brasil

As licenças para a instalação dessas antenas, quando aprovadas, vão permitir investimentos de R$ 2 bilhões e geração de 45 mil ...

LEIA MAIS



Painel TELEBRASIL 2019 será vitrine de soluções com TICs

A edição 63 do Painel Telebrasil, que acontecerá nos dias 21, 22 e 23 de maio de 2019, em Brasília, terá como atração o FórumGo ...

LEIA MAIS



Coordenação da OAB faz diagnóstico sobre uso de Inteligência Artificial

Debate sobre o impacto do uso da tecnologia – que faz surgir a advocacia 4.0 – mobilizou os principais especialista ...

LEIA MAIS



Banda larga móvel puxa o crescimento econômico

Estudo da União Internacional de Telecomunicações mostra que, a cada 10% de penetração das conexões internet, o Produto Interno ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte