Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Roubo de infraestrutura de telecomunicações é crime grave e precisa ser punido como tal
Agência Telebrasil
09/07/2018

Um projeto de lei, já aprovado na comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) da Câmara, prevê enquadrar nos crimes de serviço clandestino de telecomunicações a posse de material obtido através de ações criminosas e mesmo sua utilização.

Em entrevista à Newsletter da Telebrasil, o autor do PL 5.846/16, deputado Sandro Alex (PSD/PR), explica que o propósito é inibir a oferta de serviços com o uso de equipamentos receptados oriundos de furto ou roubo, bem como elementos de rede, como cabos ou baterias.

“O que temos acompanhado em todo o País, tanto nas grandes cidades como em áreas rurais e no interior, são furtos de cabos, conexões e equipamentos, vendidos muitas vezes como sucata, como internet pirata, ou mesmo como desmanche para utilização apenas do material. E isso deixa toda uma população, toda uma cidade, toda uma região sem a devida comunicação”, observa o parlamentar.

O projeto, que aguarda votação na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), altera o artigo 184 da Lei Geral de Telecomunicações (9.472/97) para inserir como clandestina a “atividade exercida por meio de equipamentos e elementos de rede obtidos por meio criminoso”. Insere, ainda, que o uso de material sem comprovação de origem também responde na penalidade de serviço clandestino – detenção de dois a quatro anos e multa de R$ 10 mil.

Dados do SindiTelebrasil mostram que, anualmente, cerca de cinco milhões de clientes de telecomunicações têm seus serviços interrompidos em função de furtos de cabos metálicos, baterias, antenas, rádios transmissores e outros equipamentos de redes. Assistam à entrevista com o deputado federal Sandro Alex.

LEIA TAMBÉM:

07/11/2018
Por uma política pública de fomento à economia digital

07/11/2018
Com taxação excessiva, Brasil corre sério risco de perder o bonde da economia digital

06/11/2018
Telecomunicações são essenciais para o Brasil

06/11/2018
Tudo será digital em muito pouco tempo

05/11/2018
Telecomunicações precisam entrar na agenda prioritária do Governo

05/11/2018
Área técnica da Anatel avalia novas faixas de espectro para o 5G

05/11/2018
Banda larga móvel puxa o crescimento econômico

05/11/2018
O ano de 2019 marcará a volta do crescimento do setor e do consumo

02/11/2018
Operadoras de telefonia orientam seus assinantes para a mudança oficial do horário de verão

04/10/2018
Reclamações dos usuários de serviços de telecomunicações caem 18,8% nos últimos 12 meses




 

Na era digital, o Brasil é o país que mais cobra impostos sobre os serviços aos consumidores

Serviços bons e mais baratos dependem de políticas públicas que permitam baixar a carga de quase 50% de impostos paga hoje pelo ...

LEIA MAIS



Painel TELEBRASIL 2019 será vitrine de soluções com TICs

A edição 63 do Painel Telebrasil, que acontecerá nos dias 21, 22 e 23 de maio de 2019, em Brasília, terá como atração o FórumGo ...

LEIA MAIS



Banda larga móvel puxa o crescimento econômico

Estudo da União Internacional de Telecomunicações mostra que, a cada 10% de penetração das conexões internet, o Produto Interno ...

LEIA MAIS



Brasil despenca em ranking de competitividade

País ocupa a 125ª posição em habilidades digitais e é o penúltimo colocado, perdendo apenas para a Venezuela, como prepara ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte