Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Roubo de infraestrutura de telecomunicações é crime grave e precisa ser punido como tal
Agência Telebrasil
09/07/2018

Um projeto de lei, já aprovado na comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) da Câmara, prevê enquadrar nos crimes de serviço clandestino de telecomunicações a posse de material obtido através de ações criminosas e mesmo sua utilização.

Em entrevista à Newsletter da Telebrasil, o autor do PL 5.846/16, deputado Sandro Alex (PSD/PR), explica que o propósito é inibir a oferta de serviços com o uso de equipamentos receptados oriundos de furto ou roubo, bem como elementos de rede, como cabos ou baterias.

“O que temos acompanhado em todo o País, tanto nas grandes cidades como em áreas rurais e no interior, são furtos de cabos, conexões e equipamentos, vendidos muitas vezes como sucata, como internet pirata, ou mesmo como desmanche para utilização apenas do material. E isso deixa toda uma população, toda uma cidade, toda uma região sem a devida comunicação”, observa o parlamentar.

O projeto, que aguarda votação na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), altera o artigo 184 da Lei Geral de Telecomunicações (9.472/97) para inserir como clandestina a “atividade exercida por meio de equipamentos e elementos de rede obtidos por meio criminoso”. Insere, ainda, que o uso de material sem comprovação de origem também responde na penalidade de serviço clandestino – detenção de dois a quatro anos e multa de R$ 10 mil.

Dados do SindiTelebrasil mostram que, anualmente, cerca de cinco milhões de clientes de telecomunicações têm seus serviços interrompidos em função de furtos de cabos metálicos, baterias, antenas, rádios transmissores e outros equipamentos de redes. Assistam à entrevista com o deputado federal Sandro Alex.

LEIA TAMBÉM:

09/07/2018
Com mais infraestrutura, PMEs aumentam o consumo de internet no Brasil

09/07/2018
Roubo de infraestrutura de telecomunicações é crime grave e precisa ser punido como tal

09/07/2018
Aprovação do PLC 79/16 abre espaço para mais serviços via satélite

09/07/2018
Uso do Funpen evita contingenciamento a bloqueadores de celular

04/07/2018
Brasil ativa 72 novos celulares 4G por minuto em maio

01/07/2018
Operação nacional da Anatel impede comercialização de 25 mil equipamentos de telecomunicações irregulares

12/06/2018
Telecomunicações enumera ações para levar Internet para mais brasileiros






Febratel: subsidiar o diesel com o Fust é desconectar os brasileiros

Federação Brasileira de Telecomunicações se posicionou contra a destinação de recursos do FUST para a subvenção econômica à red ...

LEIA MAIS



Na era digital, o Brasil é o país que mais cobra impostos sobre os serviços aos consumidores

Serviços bons e mais baratos dependem de políticas públicas que permitam baixar a carga de quase 50% de impostos paga hoje pelo ...

LEIA MAIS



Com mais infraestrutura, PMEs aumentam o consumo de internet no Brasil

Estudo TIC Empresas 2017, lançada pelo CGI.br, por meio do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da In ...

LEIA MAIS



Brasil ativa 72 novos celulares 4G por minuto em maio

No quinto mês do ano, 3,2 milhões de novos chips 4G entraram em operação, somando um total de 116 milhões de acessos ativos. Ao ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte