Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Prestadoras móveis investem US$ 15 bilhões por ano em novas redes na América Latina
Agência Telebrasil
17/09/2018

A última edição do relatório Global Mobile Trends, divulgado pela GSMA, Mobile World Congress Americas, realizado ne 10 a 12 de setembro, em Los Angeles,  apura que os smartphones representam 65% das 717 milhões de conexões móveis da América Latina, acima dos 23% de cinco anos atrás. Ainda segundo o levantamento, mais de um terço das conexões (35%) opera em 4G.

Impulsionada por dispositivos e redes mais rápidas, a região seguiu a tendência mundial no consumo de vídeo móvel; o vídeo já é o principal gerador de tráfego (56%) e espera-se que cresça cerca de 45% ao ano até 2023, respondendo por 73% de todo o tráfego de dados móveis.

O estudo da GSMA Intelligence aponta ainda que as prestadoras móveis na América Latina estão investindo mais de US$ 15 bilhões por ano (capex) na construção de novas redes, principalmente de 4,5G. Até 2025, a previsão é que 4G responda por 64% das conexões. Nesse ponto, as redes comerciais 5G terão sido lançadas e serão responsáveis por cerca de 8% do total regional.

O relatório Global Mobile Trends da GSMA revela que ainda existe uma desigualdade significativa entre a cobertura e o uso da internet móvel na América Latina. No Brasil, por exemplo, 79 milhões de pessoas possuem cobertura 3G ou 4G, mas não estão conectadas; este também é o caso de 53 milhões de mexicanos e 23 milhões de pessoas na Colômbia.

A maior barreira à internet móvel é a falta de conteúdo relevante para a população não conectada; portanto, sustenta a GSMA, a criação de novos aplicativos, ferramentas ou entretenimento regionalmente úteis, que correspondam às necessidades e à cultura locais, podem ajudar a atrair mais pessoas online.

LEIA TAMBÉM:

14/02/2019
Brasil ativou 1 novo celular 4G por segundo em 2018

08/02/2019
Queixas contra prestadoras cai pelo terceiro ano consecutivo na Anatel

05/02/2019
Para a Anatel, qualquer país com estratégia de desenvolvimento bem concebida tem telecom como prioridade

05/02/2019
Marcos Pontes quer trabalhar com a iniciativa privada para acelerar a adoção de TICs

05/02/2019
MCTIC define time para cuidar de TICs no novo governo

05/02/2019
Painel Telebrasil 2019 é o fórum para discutir as oportunidades e os desafios que a tecnologia traz

05/02/2019
4G está presente em 55% dos celulares ativos no País

02/01/2019
Em Telecomunicações, Marcos Pontes quer trabalhar em conjunto com empresas privadas

27/12/2018
Índice de reclamações na Anatel cai 28% nos últimos quatro anos

27/12/2018
2019 será um ano de muito trabalho em telecomunicações




 

Brasil ativou 1 novo celular 4G por segundo em 2018

Durante o ano passado, foram ativados 27 milhões de novos chips 4G e 606 novos municípios receberam as redes de quarta geração ...

LEIA MAIS



Queixas contra prestadoras cai pelo terceiro ano consecutivo na Anatel

Percentual em 2018 ficou 13,6% menor do apurado em 2017. Redução das reclamações contempla o trabalho feito pelas prestadoras p ...

LEIA MAIS



Sem redução de imposto, Internet das Coisas não vai mudar nada no Brasil

Os dispositivos conectados vão modificar a forma de atuar de distintas verticais como Agricultura, Saúde e Transportes, mas se ...

LEIA MAIS



Painel TELEBRASIL 2019 será vitrine de soluções com TICs

A edição 63 do Painel Telebrasil, que acontecerá nos dias 21, 22 e 23 de maio de 2019, em Brasília, terá como atração o FórumGo ...

LEIA MAIS



MCTIC define time para cuidar de TICs no novo governo

Marcos Pontes, ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, nomeia seus executivos. Fazem parte do time Júlio Sem ...

LEIA MAIS



Multicloud, cibersegurança e Internet das Coisas lideram preferência de investimento na transformação digital

Mesmo ainda longe da realidade da grande maioria das empresas brasileiras – apenas 6% se consideram líderes digitais &nda ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte