Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Potência de antenas celulares é muito baixa para causar danos à saúde
Agência Telebrasil
12/08/2019

A afirmação é do diretor do Instituto Nacional de Telecomunicações, Carlos Nazareth Motta Marins. Ele refuta qualquer possibilidade de antenas e smartphones serem um risco para homens e animais. "Não há nenhuma evidência científica", sustenta.

Não há nenhuma evidência científica de que as antenas celulares e os smartphones façam mal à saúde humana, uma vez que a radiação eletromagnética deles é muito baixa, com emissão de níveis na ordem de milionésimos e bilionésimos de watts, assegura o diretor do Instituto Nacional de Telecomunicações, Carlos Nazareth Motta Marins.

Ele lembra que a digitalização da telefonia móvel e a evolução da tecnologia foram essenciais para assegurar essa baixa emissão de radiação. “A radiação eletromagnética de uma antena e de um smartphone é bilhões de vezes menor que a de um micro-ondas, largamente usado nas residências no mundo”, observa o especialista. À Newsletter Telebrasil, Carlos Nazareth fala sobre a onda de desinformação em torno do impacto das antenas celulares e dos smartphones na saúde humana.

“Já foram feitos diferentes estudos e nenhum teve a comprovação que antenas e smartphones façam mal à saúde. Com o 5G que está chegando não será diferente. A emissão de radiação com o 5G, aliás, fica ainda mais reduzida. A potência das antenas celulares é muito baixa para aumentar a temperatura corpórea de pessoas ou animais”, reforça.

Ao falar de locais com grandes concentrações de público – com forte cobertura de celulares –, como a Avenida Paulista, em São Paulo, e a Quinta Avenida, em Nova Iorque, o professor da Inatel garante que, se houvesse riscos às pessoas, eles já teriam sido detectados. “Já foram feitos diferentes estudos e abordagens e nenhum, ao longo de anos, trouxe dado científico que comprovasse qualquer problema”, conclui.

Inatel - Instituto Nacional de Telecomunicações

LEIA TAMBÉM:

12/02/2020
Ferrari defende no Senado políticas públicas para a expansão ainda maior dos serviços

19/12/2019
Estudo da Anatel comprova que celulares não fazem mal à saúde

06/12/2019
Brasil já tem mais de 151 milhões de celulares 4G

06/12/2019
Fique Antenado! E entenda o papel das antenas na economia digital

06/12/2019
Iniciativa para fomentar a conectividade tem MCTIC e Anatel como incentivadores

05/12/2019
Brasileiros exigem conectividade como insumo essencial

05/12/2019
MCTIC endossa ação do SindiTelebrasil para massificar instalação de antenas no Brasil

05/12/2019
Decreto presidencial vai pacificar direito de passagem

05/12/2019
Internet móvel é plataforma para serviços de governo digital

05/12/2019
Mais antenas, mais desenvolvimento nas cidades




SindiTelebrasil propõe criação de coalizão para conectar o Brasil

O presidente executivo do SindiTelebrasil, Marcos Ferrari, propôs hoje a criação da Coalizão Brasil Conectado com o objetivo de ...

LEIA MAIS



Ferrari defende no Senado políticas públicas para a expansão ainda maior dos serviços

O presidente executivo do SindiTelebrasil, Marcos Ferrari, defendeu nesta quarta-feira, 12, em audiência pública no Senado, a u ...

LEIA MAIS



Fique Antenado! E entenda o papel das antenas na economia digital

Portal criado pelo SindiTelebrasil reúne conteúdos e dicas para esclarecer a população, prefeituras e vereadores sobre a instal ...

LEIA MAIS



Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e IoT. As aulas acontecem por meio de apre ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte