Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Multicloud, cibersegurança e Internet das Coisas lideram preferência de investimento na transformação digital
Agência Telebrasil
05/02/2019

Mesmo ainda longe da realidade da grande maioria das empresas brasileiras – apenas 6% se consideram líderes digitais –, novas tecnologias concentram boa parte dos recursos existentes. O maior medo das empresas é ficarem obsoletas em um prazo de cinco anos e perderem espaço para a concorrência.

A maioria das empresas brasileiras de grande e médio portes ainda está investindo com extrema cautela e muito lentamente em transformação digital, apontou pesquisa patrocinada pela Dell Technologies em parceria com a Intel e realizada pela Vanson Bourne no segundo semestre de 2018. O Índice de Transformação Digital da Dell Technologies (DT index) apurou que apenas 6% das empresas brasileiras podem ser consideradas líderes digitais, ou seja, já têm a digitalização enraizada no negócio.

Das 100 companhias brasileiras entrevistadas, 33% estão avaliando as soluções, fazendo experimentações e destinando algum recurso para isto, ou seja, investem de forma gradual e com maior cautela; 22% ainda se movem muito lentamente, avaliando o que podem adotar, mas sem ter programa de investimentos voltado para transformação digital e 2% nem sequer têm um plano digital em vigor, sendo chamadas de retardatárias digitais.

Além dos 6% das empresas brasileiras que podem ser consideradas líderes digitais, 37% são adotantes digitais, ou seja, estão ainda em processo de adotar a transformação digital, mas já segregam parte dos investimentos para isto e têm um plano digital maduro e investimentos em inovação. “A transformação digital está mudando a forma como vivemos, trabalhamos e conduzimos os negócios. As oportunidades são ilimitadas, mas as empresas precisam se mover. É uma questão de sobrevivência”, advertiu o vice-presidente sênior e gerente-geral da Dell EMC Brasil, Luis Gonçalves.

O estudo mostra que as empresas estão alocando seus investimentos no ambiente multicloud (62%), em cibersegurança (61%), em IoT (57%), em inteligência artificial (55%); na abordagem de computação centrada (48%), em tecnologia flash (43%), em realidades virtual e aumentada (43%) e em blockchain (38%). O estudo também apura que 86% dos líderes admitem que há muitas barreiras a serem superadas.

Um quarto dos líderes está preocupado com as dificuldades para atender às demandas dos clientes; 26% temem que suas empresas não acompanhem a evolução e se tornem obsoletas; e apenas 15% acreditam fortemente que estarão na posição de incomodar em vez de serem incomodadas pela concorrência em cinco anos.

Entre os principais entraves à jornada digital, 33% dos entrevistados apontam a regulamentação ou mudança nas leis; 31%, a preocupação com privacidade e segurança dos dados; 30%, a sobrecarga de informação; 26%, a fraca governança e estrutura digital; e 24%, a falta de conjuntos de habilidades e conhecimentos internos adequados.

Para superar as barreiras, 67% usam as tecnologias digitais para acelerar o desenvolvimento de novos produtos e serviços; 53% adotam o desenvolvimento ágil; 67% estão implementando sistemas de segurança e privacidade em todos os dispositivos; 70% se esforçam para desenvolver as habilidades necessárias para a força de trabalho, como programar, por exemplo; e 63% compartilham conhecimento entre as funções.

O estudo da Dell, em parceria com a Intel, ouviu 4.600 pessoas para mapear os progressos da transformação digital de empresas de médio e grande porte em 42 países. No Brasil, foram entrevistados profissionais de 100 empresas líderes.

LEIA TAMBÉM:

15/08/2019
BRICS: Telecomunicações são essenciais à economia digital

06/08/2019
ConTIC declara apoio integral à aprovação da MP da Liberdade Econômica

02/08/2019
Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

02/08/2019
Telecomunicações e Finanças lideram adoção da transformação digital

02/08/2019
Seis em cada 10 brasileiros usam meios digitais de pagamentos

29/07/2019
Sem pessoal, o sistema de Ciência e Tecnologia está em risco no Brasil

11/07/2019
Profissional do futuro é atento, curioso e despreza a zona de conforto

28/06/2019
Formação de mão de obra atual não atende demanda do setor de TICs

19/06/2019
Ranking Cidades Amigas da Internet tem São José dos Campos na liderança e Porto Alegre como a melhor capital

19/06/2019
Após simplificar processo de instalação de antenas, São José dos Campos se torna a primeira no Ranking Cidades Amigas da Internet




Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e Internet das Coisas. As aulas acontecem ...

LEIA MAIS



Especialistas descartam impacto de antenas e smartphones na saúde

Cobertura especial feita pela Newsletter Telebrasil mostra a falta de fundamento científico na onda de desinformação que avanço ...

LEIA MAIS



"Não há provas científicas contra antenas e telefones celulares", diz Renato Sabbatini

O CEO do Instituto Edumed e autor do relatório científico sobre o tema na Comissão Latino-americana de Altas Frequências e Saúd ...

LEIA MAIS



Potência de antenas celulares é muito baixa para causar danos à saúde

A afirmação é do diretor do Instituto Nacional de Telecomunicações, Carlos Nazareth Motta Marins. Ele refuta qualquer possibili ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte