Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil
  • O evento
  • 21 a 23 Maio 2019
  • Brasília / DF

Marcos Pontes: É hora de construir um País baseado em Ciência e Tecnologia
Agência Telebrasil
10/01/2019

Em entrevista ao Portal Planalto, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Marcos Pontes, revela o plano para, em 100 dias, começar a levar ciência e tecnologia aos ensinos fundamental e médio. Também destacou o papel transversal da Tecnologia no desenvolvimento estratégico do Brasil.

Em entrevista ao portal Planalto, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Marcos Pontes, confirmou que é prioridade da gestão para os próximos 100 dias, levar ciência e tecnologia para o ensino fundamental e para o ensino médio. Para o ministro,é imperativo construir um País baseado em Tecnologia.

"Nós já temos uma parceria com oMinistério da Educação de levar robótica, astronomia, rádio amador, eletrônica para a criançada do ensino fundamental de escolas públicas no Brasil. Para que isso? Para incentivar as carreiras de ciência e tecnologia para que nós tenhamos mais astronautas, engenheiros, médicos etc. Além disso, a formação dos professores de ciências para que eles deem as aulas de uma maneira eficiente com as crianças, trabalhem com projetos de ciência, a divulgação científica e tudo mais. Então a gente precisa construir um País baseado em tecnologia. Vai servir como ponta de lança do desenvolvimento estratégico do País", sustentou.

Pontes também destacou o papel transversal que a tecnologia tem no governo. Segundo ele, o Ministério está sendo preparado para servir como uma ferramenta para os demais ministérios. "Temos conhecimento dentro do ministério, nós temos centros de pesquisas espalhados em várias áreas do conhecimento aqui no Brasil. Cientistas extremamente capazes, nós temos centros de inovação que pretendemos colocar em várias regiões do País, segundo a vocação de cada região, para incentivar a criação de novas startups por exemplo, para melhorar produtos existentes, serviços existentes", reforçou Pontes.

O ministro coloca ainda como prioridade da pasta o fortalecimento da Agência Espacial Brasileira (AEB) e dos centros de lançamentos de satélites no Brasil, além de promover o lançamento de foguetes neste ano. Na visão do ministro, um dos desafios é a conclusão dos lançadores com propelente líquido, em desenvolvimento no Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), organização ligada ao Comando da Aeronáutica.

"Nós precisamos, primeiro, melhorar o resultado de projetos. Isso significa trabalhar com mais eficiência com o que nós temos. E também pleitear, através dos resultados obtidos, mais orçamentos que possam ser aplicados nessa área [o programa espacial]", acrescentou o ministro.

No Dia do Astronauta, comemorado no dia 09/01, Marcos Pontes revelou ter um desejo: ver mais brasileiros seguindo seus passos e indo ao espaço. Para que isso aconteça em um futuro próximo, Pontes pretende desenvolver as bases de uma política espacial mais moderna e eficiente. "Gostaria, sem dúvida nenhuma, não só de dar o início a essa situação, mas também de participar do treinamento", afirmou.

Em 29 de março de 2006, Marcos Pontes tornou-se o primeiro brasileiro a ir ao espaço com a Missão Centenário – nomeada em homenagem ao voo inaugural de Santos Dumont com o 14-Bis. Quase 13 anos após aquela data histórica, o paulista de Bauru chegou ao cargo de ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) disposto a colocar sua experiência como astronauta, engenheiro e tenente-coronel da Força Aérea Brasileira (FAB) a serviço do povo brasileiro.Assistam a íntegra da entrevista.

LEIA TAMBÉM:

23/05/2019
Cisco: luta contra agentes maliciosos é sem trégua no ambiente digital

23/05/2019
Fibra óptica impulsiona a transformação digital

21/05/2019
Aprovação do PLC 79/16 é prioridade do Governo

17/05/2019
Só com mão de obra capacitada, o Brasil terá uma agricultura 4.0

09/05/2019
TICs precisam de 420 mil profissionais em cinco anos

07/05/2019
Banda larga acessível impulsiona o uso dos serviços bancários no celular

07/05/2019
Prestação de serviços orienta governo na opção preferencial pela nuvem

07/05/2019
Governo deve apoiar o desenvolvimento do setor

07/05/2019
Transformação digital à frente, setor de TICs projeta investimentos de R$ 742,3 bilhões no Brasil até 2022

05/04/2019
Brasil precisa se unir para qualificar mão de obra nas novas tecnologias


 

Transformação digital impõe estratégia para segurança e defesa cibernética

Governo faz teste com a indústria de telecomunicações para a adoção de medidas proativas a possíveis ataques. Empresas montam s ...

LEIA MAIS



Secretaria do Ministério da Economia advoga por tributação zero para IoT e leilão sem viés arrecadatório

Gabriel Fiuza, subsecretário da Secretaria de Desenvolvimento da Infraestrutura do Ministério da Economia, participa do Painel ...

LEIA MAIS



A economia digital é prioridade na agenda de companhias e governo

Na nova era, estratégias baseadas na utilização e massificação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são essenciai ...

LEIA MAIS



Novo Brasil se constrói com Transformação Digital e políticas públicas para TICs

Presidente da Associação Brasileira de Telecomunicações, Luiz Alexandre Garcia, apresentou sete medidas para acelerar a transfo ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte