Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Mais que ajustar, governo deve discutir a necessidade de fundos setoriais
Agência Telebrasil
05/04/2019

Para o secretário de Advocacia da Concorrência e Competitividade do Ministério da Economia, César Mattos, é preciso inverter o ônus da prova. “O default deve ser perguntar por que ter o mecanismo”, afirma à Newsletter da Telebrasil.

O setor de telecomunicações já recolheu mais de R$ 90 bilhões para os fundos setoriais, mas viu muito pouco desse montante ser usado em sua destinação principal. Nas contas do setor, menos de 7% de todo esse recurso foi aplicado. Não por acaso, a própria manutenção de fundos setoriais, entre eles o Fust e o Fistel, tem sido questionada pelo Ministério da Economia.

"Há um desvirtuamento geral do propósito de alguns fundos. É fundamental pararmos e pensarmos novamente no que está acontecendo, se tem retorno. Passa por uma avaliação de políticas, de melhoria regulatória. Será que de fato gera o benefício a que se propõem?", pontuou à Newsletter da Telebrasil o secretário de Advocacia da Concorrência e Competitividade do Ministério da Economia, César Costa Alves de Mattos.

Para o secretário, é preciso entender se os fundos estão melhorando o ambiente de negócios. "A pergunta a se fazer é se o fundo está alcançando o seu objetivo. O default não pode ser perguntar por que não ter o mecanismo. Mas perguntar por que ter o mecanismo, ou seja, inverter o ônus da prova", insistiu Mattos. Assistam à entrevista do secretário de Advocacia da Concorrência e Competitividade do Ministério da Economia.

Fust - Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações
Fistel - Fundo de Fiscalização das Telecomunicações

LEIA TAMBÉM:

17/06/2019
Prazo para recadastramento de clientes de celular pré-pago em Goiás é estendido até 5 de julho

23/05/2019
5G vai conectar coisas e pessoas, mas precisa de apoio

23/05/2019
Futuro da TV por assinatura depende de novas regras

22/05/2019
A economia digital é prioridade na agenda de companhias e governo

22/05/2019
Mulheres em TICs: equidade de gêneros faz bem aos negócios

22/05/2019
Transformação digital exige nova abordagem quanto à regulação

22/05/2019
Rodrigo Maia: as telecomunicações são um setor decisivo e estratégico

22/05/2019
Rodrigo Maia: as telecomunicações são um setor decisivo e estratégico

22/05/2019
A economia digital é prioridade na agenda de companhias e governo

22/05/2019
Edital do 5G prevê a maior oferta de espectro da história da Anatel




Hospital Santa Paula investe na personalização do atendimento com transformação digital

Instituição adota novas tecnologias, mas, mais do que tudo, investe na qualificação do profissional para lidar com as novas fer ...

LEIA MAIS



Só com mão de obra capacitada, o Brasil terá uma agricultura 4.0

Com o maior uso de tecnologia, há uma demanda significativa de profissionais para o campo com o domínio de TICs, diz a chefe-ge ...

LEIA MAIS



A economia digital é prioridade na agenda de companhias e governo

Na nova era, estratégias baseadas na utilização e massificação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são essenciai ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte