Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Indústria de telecomunicações pode fazer a diferença ao valorizar as mulheres em posições de liderança
Agência Telebrasil
11/06/2019

As telecomunicações podem se tornar um exemplo para o Brasil ao mostrar como é virtuoso o caminho da equidade de gênero, afirma a vice-presidente de Comunicações e Relações Institucionais da Ericsson, Geórgia Sbrana.

Uma das sessões temáticas mais concorridas do Painel Telebrasil 2019 foi a 'Mulheres em TICs', realizada no dia 21 de maio, que reuniu Miriam Winner, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Maria Teresa Azevedo Lima, da Claro Brasil, Elisa Prado, da Telefônica, Suzana Santos, da Oi e Auana Mattar, da TIM Brasil, com a mediação feita pela vice-presidente de Comunicações e Relações Institucionais da Ericsson, Geórgia Sbrana.

Em entrevista à Newsletter da Telebrasil, Geórgia Sbrana contou que já é possível identificar certo crescimento da participação feminina no mercado brasileiro, tanto na formação em áreas como engenharia quanto em posições de liderança no universo corporativo. Porém, como ressaltou a executiva, isso ainda é raro e envolve muito trabalho, não apenas para formar, mas também para manter e incentivar as mulheres a buscarem postos mais altos.

“Não se trata de um ponto único. É atrair, reter e crescer nas organizações. Se não tivermos mulheres preparadas para assumir posições, não conseguiremos evoluir. Há exemplos de 25% de mulheres em engenharia, ou 40% de mulheres em posições de liderança, mas isso é raro”, disse Geórgia. “A discussão é como atuar desde a escola até a universidade para termos mais mulheres no setor. E como fazer recrutamento, mentoria. Há pouquíssimas mulheres em posições de liderança em conselhos. Hoje, no Brasil, mais da metade das empresas não tem nenhuma mulher em conselhos. É muito pouco”, avaliou.

No debate, foram firmados alguns compromissos relevantes, entre eles, realizar um encontro trimestral para ampliar e reverberar a discussão. Assistam à entrevista com a vice-presidente de Comunicações e Relações Institucionais da Ericsson, Geórgia Sbrana.

LEIA TAMBÉM:

26/07/2019
Transformação Digital para um novo Brasil é o tema da revista do Painel Telebrasil 2019

18/06/2019
Anatel diz que regulamentação não será entrave para Internet das Coisas

18/06/2019
LCA Consultores: Brasil Digital requer dar prioridade às telecomunicações

17/06/2019
Brasil precisa criar diretrizes em inteligência artificial

12/06/2019
Painel Telebrasil aponta caminhos para um novo ciclo de investimentos

12/06/2019
Qualcomm: 5G tem papel crucial na transformação digital e na competitividade da economia

11/06/2019
Transformação digital exige vontade política para destravar investimentos

11/06/2019
Huawei: TICs são a base da era das coisas conectadas e inteligentes

11/06/2019
Brasil Digital passa por uma mudança de cultura

11/06/2019
Nokia: Para trazer mais investimentos, o Brasil precisa de reformas macro e microeconômicas




Testes comprovam a viabilidade técnica da convivência entre o 5G e parabólicas

Relatório da Fundação CPqD, com base nos testes da Anatel, atesta que é possível eliminar totalmente as interferências com a ut ...

LEIA MAIS



Futuro do trabalho: Saiba quais são os 10 comportamentos essenciais para ser um profissional em TICs

Inteligência emocional, pensamento analítico, criatividade são alguns dos comportamentos exigidos no novo modelo de trabalho. E ...

LEIA MAIS



Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e IoT. As aulas acontecem por meio de apre ...

LEIA MAIS



Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

Lacuna de habilidades é um dos pontos críticos para o incremento dos negócios conectados, revela a pesquisa IoT Signals, produz ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte