Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Governo federal aposta em TICs como suporte às políticas públicas
Agência Telebrasil
22/05/2019

Presente no Painel Telebrasil 2019, o secretário especial de Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, reforça que a tecnologia é suporte para a transformação do País, trazendo ganhos para o governo e para o cidadão.

O secretário especial de Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, ao participar do Painel Telebrasil 2019, nesta quarta-feira, 22/05, afirmou que a tecnologia deve servir de suporte para a elaboração de políticas públicas do Governo.

“Uma política pública sem evidência é achômetro. O Brasil viu muito isso e estamos pagando um preço altíssimo por termos convivido com políticas públicas sem dados e sem evidências”, disse, lembrando que a tecnologia vai possibilitar que o novo governo tenha políticas públicas mais efetivas e que tragam resultados para a sociedade.

Para Uebel, o grande desafio a ser enfrentado é o uso da tecnologia como parte fundamental da transformação do País, trazendo ganhos não apenas para o governo, mas também para o cidadão, a livre iniciativa e o terceiro setor. “O Brasil tem a quarta população mais conectada do mundo. Este é um ativo fantástico e temos que usar isso para o bem”, defendeu.

O secretário lembrou que, até 2025, a economia digital deve movimentar US$ 23 trilhões e que ela deve crescer 2,5 vezes mais rápido que a economia tradicional. Mais que isso, um país com estratégia digital sólida pode aumentar em mais de 5% o seu PIB. “Temos que aproveitar essa mudança”, enfatizou.

Uebel ponderou que, no caso do Brasil, um aumento de 1% em iniciativas digitais pode trazer 0,5% a mais no PIB, 13 pontos a mais no IDH e mais 2% em comércio internacional. Para obter estes resultados, disse ele, o governo já colocou em prática uma série de ações.

Um exemplo é o mapeamento dos serviços oferecidos hoje à população. Foram mapeados 2.877 serviços, dos quais apenas 42% são digitais. A digitalização desses serviços será apenas uma parte da iniciativa gov.br, baseada em ações semelhantes realizadas na Inglaterra e na Dinamarca.

Inicialmente, o projeto tem quatro grandes metas:

• Lançamento da identidade digital, utilizando a base de dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que hoje conta com 88 milhões de cidadãos cadastrados com biometria e deve chegar a 1.146 milhões até 2022. Segundo Uebel, o primeiro piloto deve ser lançado ainda este ano;

• Oferta de novos serviços. De acordo com o secretário, o retorno sobre investimento médio para cada serviço digitalizado é de 300%. “A economia ao final desse processo deve ser de mais de R$ 6 bilhões”, conta.

• Unificação dos canais de acesso ao governo, hoje pulverizados em mais de 1,5 mil sites. Além de unificados, estes canais também serão simplificados. “Hoje há sites do governo com notícias e o cidadão não quer notícia, quer serviço”, disse.

•  Interoperabilidade, por meio de um trabalho de infraestrutura que garanta a comunicação entre as estruturas dos diferentes órgãos federais.

“Tecnologia é estratégica e, a partir de agora, o governo tem de fazer parte de todas as iniciativas tecnológicas que envolvam inovação, como cloud computing, Inteligência Artificial, blockchain e outras”, concluiu. Em entrevista à Agência Telebrasil, Paulo Uebel falou sobre a relevância das TICs na política do governo federal.

LEIA TAMBÉM:

12/06/2019
Painel Telebrasil aponta caminhos para um novo ciclo de investimentos

12/06/2019
Qualcomm: 5G tem papel crucial na transformação digital e na competitividade da economia

11/06/2019
Transformação digital exige vontade política para destravar investimentos

11/06/2019
Huawei: TICs são a base da era das coisas conectadas e inteligentes

11/06/2019
Brasil Digital passa por uma mudança de cultura

11/06/2019
Nokia: Para trazer mais investimentos, o Brasil precisa de reformas macro e microeconômicas

11/06/2019
Prestadoras são os grandes atores da plataforma digital

11/06/2019
Ericsson: um ano de atraso na implantação do 5G e o governo deixará de arrecadar R$ 25 bilhões até 2025

11/06/2019
Aprovação do PLC 79/16 é essencial para políticas públicas de inclusão digital

11/06/2019
Cobertura e qualidade de serviços dependem de avanços nas condições de investir e instalar redes




Hospital Santa Paula investe na personalização do atendimento com transformação digital

Instituição adota novas tecnologias, mas, mais do que tudo, investe na qualificação do profissional para lidar com as novas fer ...

LEIA MAIS



Só com mão de obra capacitada, o Brasil terá uma agricultura 4.0

Com o maior uso de tecnologia, há uma demanda significativa de profissionais para o campo com o domínio de TICs, diz a chefe-ge ...

LEIA MAIS



A economia digital é prioridade na agenda de companhias e governo

Na nova era, estratégias baseadas na utilização e massificação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são essenciai ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte