Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Governo, Anatel e prestadoras criam força-tarefa para incentivar adequação dos municípios à Lei Geral das Antenas
Agência Telebrasil
10/09/2018

Mobilização é para mostrar aos gestores públicos que quanto mais infraestrutura disponível, melhores serão os serviços prestados ao cidadão e mais recursos serão destinados à economia local.

Uma articulação mobiliza o governo federal, por meio do MCTIC, a Anatel, a indústria de equipamentos e as prestadoras de telecomunicações: em caravana, representantes desses órgãos e empresas vão percorrer as maiores cidades do País para tentar convencer prefeitos e vereadores que quanto mais antenas de celular, melhores serviços vão ser fornecidos ao cidadão e mais recursos serão revertidos à economia local.

Em entrevista à Newsletter da Telebrasil, o diretor de Banda Larga do MCTIC, Artur Coimbra, explicou que a intenção é procurar os municípios com menores índices no ranking Cidades Amigas da Banda Larga, divulgado em maio no Painel Telebrasil 2018, observando ainda o critério de densidade populacional. Entre os locais contemplados estão São Paulo/SP, Fortaleza/CE, Florianópolis/SC, Belo Horizonte/MG e Londrina/PR, além do Distrito Federal.

Coimbra adianta que governo, agência e mercado concordaram em um procedimento de visitas institucionais aos maiores municípios brasileiros nos quais ainda se verifica uma necessidade maior de compatibilização das legislações locais com a Lei Geral das Antenas, que prevê 60 dias no máximo para a emissão de licenças de instalação das estações radiobase.

Artur Coimbra participou do workshop “Desafios para a ampliação de infraestrutura e serviços de telecomunicações”, realizado em agosto na Fiesp e que contou com a participação de especialistas do setor e representantes do MCTIC, da Anatel, das prestadoras de telecomunicações e de autoridades do município de São Paulo. Assistam à entrevista com o diretor de Banda Larga do MCTIC.

Anatel: Agência Nacional de Telecomunicações
Fiesp: Federação das Indústrias do Estado de São Paulo
MCTIC: Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

LEIA TAMBÉM:

10/09/2019
Fórum debate novas tecnologias e desafios para a instalação de antenas de celular em BH

09/09/2019
Antenas estão em todo lugar e não são um risco à saúde

09/09/2019
Fake news sobre antenas reforçam a importância de debater tecnologia nas comissões de C&T

12/08/2019
Especialistas descartam impacto de antenas e smartphones na saúde

12/08/2019
Anatel: fake news que associam riscos à telefonia móvel não têm respaldo técnico

12/08/2019
"Não há provas científicas contra antenas e telefones celulares", diz Renato Sabbatini

12/08/2019
Potência de antenas celulares é muito baixa para causar danos à saúde

12/08/2019
Onda de desinformação é que faz mal às pessoas

12/08/2019
Estudioso do big bang sustenta que radiação de antenas e celulares não causa câncer

27/06/2019
Governo quer a regulamentação das Antenas para resolver conflitos com direito de passagem




Fatura digital é melhor opção para pagamento em dia da conta de serviços de telecom

Greve dos Correios tem agravado problema de atraso na entrega de contas, principal fator para o cliente perder a data de pagame ...

LEIA MAIS



Nos próximos três anos, Brasil terá de recapacitar 7,2 milhões de profissionais por conta da Inteligência artificial

Pesquisa mostra que o perfil de profissional buscado pelo mercado se transformou nos últimos dois anos. Os recursos técnicos sã ...

LEIA MAIS



Marcos Ferrari assume a presidência executiva do SindiTelebrasil

O economista Marcos Ferrari assumiu a presidência executiva do SindiTelebrasil, entidade que reúne as prestadoras de serviços d ...

LEIA MAIS



A economia digital é prioridade na agenda de companhias e governo

Na nova era, estratégias baseadas na utilização e massificação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são essenciai ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte