Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Fundos setoriais de telecomunicações recolheram R$ 6,8 bilhões aos cofres públicos em 2018
Agência Telebrasil
11/04/2019

Levantamento da Telebrasil mostra que só para o Fistel (Fundo de Fiscalização das Telecomunicações) foram R$ 2,6 bilhões, pesando principalmente nos preços do celular e da internet móvel, já que sobre cada chip em operação é cobrado um valor anual de R$ 8,85.

Os fundos setoriais de telecomunicações recolheram em 2018 aos cofres públicos R$ 6,8 bilhões, de acordo com levantamento da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil). Só para o Fistel (Fundo de Fiscalização das Telecomunicações) foram R$ 2,6 bilhões, pesando principalmente nos preços do celular e da internet móvel, já que sobre cada chip em operação é cobrado um valor anual de R$ 8,85.

De acordo com o levantamento, desde 2001 já foram arrecadados R$ 90 bilhões para os fundos setoriais e apenas 8,6% desse valor foram utilizados. Diante dos desafios de se ampliar ainda mais o acesso à internet no Brasil, pelas grandes desigualdades sociais e regionais, é urgente a adoção de políticas públicas e mudanças na legislação para permitir o uso dos fundos em projetos que trarão benefícios para o cidadão, especialmente o Fundo de Universalização das Telecomunicações (Fust).

É preciso ainda zerar a cobrança de Fistel para os dispositivos de Internet das Coisas (IoT). Com a cobrança atual, a oferta de serviços inteligentes e a transformação digital no País podem se tornar inviáveis. Pela regra atual, sobre cada chip de IoT será cobrado R$ 5,68 na ativação e R$ 1,89 anualmente, inviabilizando a utilização desses dispositivos em muitas atividades, que têm receita estimada de cerca de R$ 1 por mês.

Além do Fistel, foram recolhidos R$ 854 milhões para o Fust, R$ 577 milhões para o Fundo de Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel), R$ 1,2 bilhão de Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional (Condecine) e R$ 1,4 bilhão de Contribuição para o Fomento da Radiodifusão Pública (CFRP).

Este e outros temas estarão nos debates do Painel Telebrasil 2019, que ocorrerá em Brasília, nos dias 21, 22 e 23 de maio de 2019. O Painel Telebrasil é o mais importante e tradicional encontro de lideranças do setor de TICs.  http://paineltelebrasil.org.br/

LEIA TAMBÉM:

12/06/2019
Painel Telebrasil aponta caminhos para um novo ciclo de investimentos

11/04/2019
Fundos setoriais de telecomunicações recolheram R$ 6,8 bilhões aos cofres públicos em 2018

13/03/2019
Anatel: cobrança do Fistel inviabiliza Internet das Coisas no Brasil

27/12/2018
UIT confirma: Brasil tem a maior carga tributária do mundo sobre internet fixa e móvel

17/09/2018
Telebrasil participa de debate sobre programa de fomentos para o período 2019/2022 no Rio Info 2018

01/08/2018
Privatização ampliou recursos de Pesquisa & Desenvolvimento em telecomunicações

09/07/2018
Cobrança de taxas inviabiliza Internet das Coisas

04/07/2018
Febratel: subsidiar o diesel com o Fust é desconectar os brasileiros

22/05/2018
Satélite deve ser considerado para a evolução do 5G no Brasil

22/05/2018
Mudança tributária é exigência para adequar o Brasil à era digital




Hospital Santa Paula investe na personalização do atendimento com transformação digital

Instituição adota novas tecnologias, mas, mais do que tudo, investe na qualificação do profissional para lidar com as novas fer ...

LEIA MAIS



Só com mão de obra capacitada, o Brasil terá uma agricultura 4.0

Com o maior uso de tecnologia, há uma demanda significativa de profissionais para o campo com o domínio de TICs, diz a chefe-ge ...

LEIA MAIS



A economia digital é prioridade na agenda de companhias e governo

Na nova era, estratégias baseadas na utilização e massificação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são essenciai ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte