Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Ferrari ressalta em debate o papel do setor de telecom no auxílio ao combate da pandemia do novo coronavírus
Agência Telebrasil
09/04/2020

O presidente executivo do SindiTelebrasil, Marcos Ferrari, participou de webinar da XP Investimentos para discutir os impactos do COVID-19 no setor de Telecomunicações.

O presidente executivo do SindiTelebrasil, Marcos Ferrari, participou nesta quinta-feira, 9/04, de webinar da XP Investimentos para discutir os impactos do COVID-19 no setor de Telecomunicações. Ele apresentou as diversas iniciativas que o setor tem adotado no enfrentamento da pandemia e para garantir a conectividade da população.

Evidenciou duas parcerias importantes com o governo federal. A primeira, para garantir acesso gratuito ao aplicativo Auxilio Emergencial, da Caixa, em que toda a navegação será feita sem consumo de dados, e a segunda com o MCTIC, para disponibilizar informações agregadas dos celulares, que permitirá ao governo identificar as concentrações e deslocamento da população.

“Do lado do consumidor fizermos várias iniciativas para criar condições mais flexíveis para os clientes”, afirmou Ferrari. “Temos um setor que está cumprindo sua responsabilidade e ao mesmo tempo temos uma série de ações descoordenadas, que podem incentivar a inadimplência”, acrescentou o presidente executivo, citando iniciativas de governos municipais e estaduais, liminares na justiça e projetos de leis que tramitam no Congresso Nacional para proibir a suspensão dos serviços nos próximos 90 dias no caso de inadimplência.

“O funcionamento da rede depende do fluxo de caixa, que por sua vez depende da receita. Se alguma peça dessa engrenagem falhar, pode ser que o sistema falhe,”, alertou Ferrari. Ele lembrou que o setor de telecom é o que mais investe em infraestrutura no País, em média R$ 30 bilhões por ano, e que neste momento de pandemia é o que tem viabilizado as condições para que a população possa cumprir as medidas de isolamento social e ao mesmo tempo continuar desempenhando suas atividades, com trabalho remoto, educação a distância, compras online, entretenimento e bem estar. “Telecom é um setor nuclear da economia, toda a inovação passa por telecom. Ele é uma alavanca de produtividade”, acrescentou.

Entre os desafios para sair da crise, Ferrari apontou para a necessidade de avançar na reforma tributária e criar um ambiente de negócios favorável ao investimento. “Temos que avançar para trabalhar de maneira mais fluida, como menos intervenção no negócio das empresas e plena liberdade para nos posicionar de maneira competitiva.” O setor de telecom, embora seja um setor essencial, tem uma carga tributária elevada, de 45% em média, chegando a 60% em alguns Estados.

“Um setor tão essencial como telecom não pode ser tão altamente tributado como é. Telecom não é mais um bem de luxo, é um bem essencial, reconhecido recentemente por decreto presidencial, num momento de pandemia. Temos que avançar para fazer a reforma tributária de maneira a reduzir a carga incidente e permitir que principalmente os mais vulneráveis e os mais carentes tenham acesso a telecomunicações.”

Ferrari ressaltou também as dificuldades impostas por legislações municipais atrasadas, que colocam barreiras a instalação de antenas e expansão da infraestrutura. “Temos no Brasil 4 mil pedidos de licenciamento de instalação de antenas na fila de espera, num momento de crise em que elas têm sido tão essenciais. São elas que levam o sinal de celular `a casa das pessoas”, ressaltando a importância de atualização dessas leis, assim como o cumprimento do direto de passagem gratuito para a infraestrutura de telcom em vias públicas, conforme prevê a Lei Geral de Antenas.

Participaram também do debate o presidente da TelComp, João Moura, a conselheira da Abrint, Cristiane Sanches, o VP de Relações Institucionais da Claro, Fabio Andrade, o CEO da Megatelecom, Carlos Eduardo Sedeh, o CEO da Vero Internet, Fabiano Ferreira e o sócio da Fourth Sail Capital Gabriel Ramires.


LEIA TAMBÉM:

27/05/2020
Telecom mostra ser essencial para apoiar a economia

27/05/2020
Digitalização abre oportunidades para a oferta de novos serviços

27/05/2020
Retomada brasileira passa pelos serviços de telecom

13/05/2020
Para o CGI.br, é preciso remover barreiras legislativas que impedem a instalação de redes de telecom

11/05/2020
Gargalos impõem limites ao alcance do investimento, diz Ferrari em live do Teletime

11/05/2020
Doze estados e 14 prefeituras já usam a plataforma das operadoras para identificar concentrações

29/04/2020
Celular está presente em 99,2% dos domicílios com acesso à Internet

29/04/2020
Em webinar do site Jota, Ferrari fala dos dados estatísticos dos Mapas de Calor

28/04/2020
Operadoras já enviaram 335 milhões de SMS com mensagens sobre a Covid-19

17/04/2020
Operadoras já enviaram 246 milhões de SMS com mensagens para o enfrentamento do novo coronavírus




Usuários de serviços de telecom pagaram R$ 65 bilhões em tributos no ano passado

Recolhimento foi o mais alto dos últimos 20 anos, tanto em volume arrecadado quanto em percentual sobre a receita.

...

LEIA MAIS



30 governos já usam plataforma das operadoras para medir isolamento social

Durante a live “Mobile Big Data no combate à pandemia”, do Mobile Time, o presidente-executivo do ...

LEIA MAIS



Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e IoT. As aulas acontecem por meio de apre ...

LEIA MAIS



Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

Lacuna de habilidades é um dos pontos críticos para o incremento dos negócios conectados, revela a pesquisa IoT Signals, produz ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2020 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte