Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Febratel: subsidiar o diesel com o Fust é desconectar os brasileiros
Agência Telebrasil
04/07/2018

Federação Brasileira de Telecomunicações se posicionou contra a destinação de recursos do FUST para a subvenção econômica à redução do preço do diesel para os caminhoneiros. “Desde a sua criação, em 2000, dos R$ 21 bilhões arrecadados, nenhum Real foi utilizado para a universalização dos serviços”.

Em informe divulgado nesta quarta-feira, 04/7, nos jornais Valor Econômico, Folha de São Paulo e Correio Brasiliense, A Federação Brasileira de Telecomunicações, Febratel, divulgou um posicionamento contrário ao uso dos recursos do FUST, Fundo de Universalização das Telecomunicações, para subsidiar o preço do diesel para os caminhoneiros. "Ao destinar recursos do FUST, o governo estará optando pelo caminho do atraso, da desconexão dos brasileiros", pontua o comunicado da Febratel.

O setor alerta que os fundos setoriais, como o Fust, o Fistel e o Funttel, devem ser usados para a ampliação do acesso à Internet do cidadão brasileiro. Mas, como reforça o comunicado, 'desde 2000, quando o Fust foi criado, nem um real, de um total de R$ 21 bilhões arrecadados, foi utilizado para o objetivo principal, que é a universalização dos serviços'.

A Febratel adverte que os fundos setoriais pesam no bolso do cidadão brasileiro, que já paga quase 50% de impostos na sua conta dos serviços de telecomunicações. A entidade lembra que são recolhidos R$ 60 bilhões de tributos ao ano, o que significa R$ 7 milhões por hora. "Com a decisão do governo, cada um dos 235 milhões de celulares ativos vai financiar também o desconto no diesel".

Para a Febratel, essa é uma equação que não fecha mais. " Precisamos usar os recursos para incluir pessoas e levar os serviços a distritos e regiões remotas, hoje sem cobertura. Conectar os brasileiros deve ser a prioridade do País', conclui o informe da Federação Brasileira de Telecomunicações.

Em maio, logo após o movimento de paralisação dos caminhoneiros, o presidente Michel Temer publicou a Medida Provisória nº 839, onde abre crédito extraordinário no valor de R$ 9,850 bilhões, e para o Fust, a reserva de contingência financeira com "recursos provenientes de receitas próprias e e vinculadas" é no valor fiscal de R$ 777.126.483, para o subsidio do preço do diesel para os caminhoneiros.

LEIA TAMBÉM:

12/06/2019
Painel Telebrasil aponta caminhos para um novo ciclo de investimentos

11/04/2019
Fundos setoriais de telecomunicações recolheram R$ 6,8 bilhões aos cofres públicos em 2018

13/03/2019
Anatel: cobrança do Fistel inviabiliza Internet das Coisas no Brasil

27/12/2018
UIT confirma: Brasil tem a maior carga tributária do mundo sobre internet fixa e móvel

17/09/2018
Telebrasil participa de debate sobre programa de fomentos para o período 2019/2022 no Rio Info 2018

01/08/2018
Privatização ampliou recursos de Pesquisa & Desenvolvimento em telecomunicações

09/07/2018
Cobrança de taxas inviabiliza Internet das Coisas

04/07/2018
Febratel: subsidiar o diesel com o Fust é desconectar os brasileiros

22/05/2018
Satélite deve ser considerado para a evolução do 5G no Brasil

22/05/2018
Mudança tributária é exigência para adequar o Brasil à era digital




Hospital Santa Paula investe na personalização do atendimento com transformação digital

Instituição adota novas tecnologias, mas, mais do que tudo, investe na qualificação do profissional para lidar com as novas fer ...

LEIA MAIS



Só com mão de obra capacitada, o Brasil terá uma agricultura 4.0

Com o maior uso de tecnologia, há uma demanda significativa de profissionais para o campo com o domínio de TICs, diz a chefe-ge ...

LEIA MAIS



A economia digital é prioridade na agenda de companhias e governo

Na nova era, estratégias baseadas na utilização e massificação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são essenciai ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte