Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Ecossistema de IoT no Brasil vai crescer 20% ao ano até 2022
Agência Telebrasil
05/04/2019

Este ano, a expectativa é de uma receita em torno de R$ 36 bilhões, ou US$ 9 bilhões, de acordo com dados de levantamento feito pela IDC para a ABES. Impulsionados pelos dispositivos, em especial, os smartphones, os investimentos em TI em 2019 devem ultrapassar R$ 200 bilhões, ou US$ 52 bilhões.

A expectativa de crescimento para os investimentos em TI no Brasil para 2019 é de 10,5%, impulsionado pela venda de dispositivos, contra uma expectativa de crescimento médio mundial de 4,9%. É o Brasil voltando a crescer o dobro da média mundial, como ocorria até 2013.

Para TICs, espera-se um crescimento mais moderado, da ordem de 4,9%, de acordo com a prévia do estudo “Mercado Brasileiro de Software e Serviços”, da Associação Brasileira das Empresas de Software com a IDC, divulgada durante o jantar de posse da nova diretoria executiva da associação, ocorrido no dia 1º de abril, em São Paulo.

O levantamento mostra que o Brasil se mantém em 9º lugar no ranking mundial de investimentos em TI. Mostra ainda que os investimentos em TI (software, hardware e serviços) no Brasil superaram as expectativas para 2018, chegando a US$ 47 bilhões, um crescimento de 9,8% em relação a 2017, mais que o dobro da previsão para o ano, que foi de 4,1%. Desse valor, US$ 23,9 bilhões (51,3%) eram referentes a investimentos em hardware, US$ 12,2 bilhões (26,2%) a serviços e US$ 10,5 bilhões (22,5%) a software.

Os investimentos em Big Data e Analytics devem avançar em 2019, alcançando US$ 4,2 bilhões. Já em relação ao uso da Inteligência Artificial (IA), o estudo indica que, no Brasil, 15,3% das médias e grandes empresas têm essa tecnologia entre as principais iniciativas e espera-se que isso dobre nos próximos quatro anos.

Ainda de acordo com o levantamento, o mercado de Cloud pública no Brasil chegará a US$ 2,3 bilhões em 2019. Já o ecossistema de IoT deve movimentar US$ 9 bilhões em 2019 e crescer acima de 20% ao ano até 2022. O mercado de dispositivos representará 38% de todo o investimento em TI no Brasil (cerca de US$ 24,5 bilhões), com a venda de terminais de maior valor.

Os números preliminares do estudo, que deve ser publicado na íntegra no segundo semestre de 2019, indicam que a somatória dos investimentos em TI, em 2018, entre os países analisados, chegou a US$ 2,23 trilhões, um valor 6,7% maior que a o do ano anterior. Os Estados Unidos lideraram o ranking mundial, com US$ 822 bilhões, seguidos por China e Japão com US$ 250 bilhões e US$ 140 bilhões, respectivamente.

Na América Latina, o Brasil manteve-se em primeiro lugar no ranking regional, responsável por 42,8% dos investimentos em TI, mais que o dobro registrado pelo México (20%), que ficou em segundo lugar, seguido por Argentina (7,5%) e Colômbia (7,1%). A região investiu US$ 108,8 bilhões no mercado de TI em 2018, representando quase 11% do total mundial.

Em relação ao investimento em TICs, que inclui TI e Telecom, o Brasil desceu uma posição, ficando em 7º lugar no ranking mundial, com US$ 97 bilhões, seguindo uma tendência de ligeira retração dos últimos anos desse setor, muito relacionada à transição de voz para dados dos consumidores. Neste quesito, o Brasil ficou ainda à frente da Índia (US$ 86 bilhões) e logo depois da França (US$ 109 bilhões).

TICs - Tecnologias da Informação e da Comunicação
ABES - Associação Brasileira das Empresas de Software

LEIA TAMBÉM:

02/08/2019
Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

18/06/2019
Anatel diz que regulamentação não será entrave para Internet das Coisas

23/05/2019
Brasil tem potencial para ser destaque em Internet das Coisas

23/05/2019
Secretaria do Ministério da Economia advoga por tributação zero para IoT e leilão sem viés arrecadatório

07/05/2019
Decreto de IoT quer massificar a tecnologia

05/04/2019
Votorantim Cimentos leva iniciativa de IoT do Brasil para o mundo

05/04/2019
Gabinete de Segurança Institucional terá regras de segurança da informação específicas para Internet das Coisas

05/04/2019
Ecossistema de IoT no Brasil vai crescer 20% ao ano até 2022

13/03/2019
Governo terá política estratégica para o 5G e Internet das Coisas

13/03/2019
Anatel: cobrança do Fistel inviabiliza Internet das Coisas no Brasil




Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e Internet das Coisas. As aulas acontecem ...

LEIA MAIS



Especialistas descartam impacto de antenas e smartphones na saúde

Cobertura especial feita pela Newsletter Telebrasil mostra a falta de fundamento científico na onda de desinformação que avanço ...

LEIA MAIS



"Não há provas científicas contra antenas e telefones celulares", diz Renato Sabbatini

O CEO do Instituto Edumed e autor do relatório científico sobre o tema na Comissão Latino-americana de Altas Frequências e Saúd ...

LEIA MAIS



Potência de antenas celulares é muito baixa para causar danos à saúde

A afirmação é do diretor do Instituto Nacional de Telecomunicações, Carlos Nazareth Motta Marins. Ele refuta qualquer possibili ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte