Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Conectividade de tudo só funciona com antenas
Agência Telebrasil
07/09/2018

As restrições à infraestrutura afetam o 4G e podem travar o 5G no Brasil, alerta o presidente da consultoria Teleco, Eduardo Tude.

As restrições e a demora para o licenciamento de novas antenas de celular já prejudicam e tendem a afetar os futuros serviços de telecomunicações. Como destaca o presidente da consultoria Teleco, Eduardo Tude, as leis municipais que inviabilizam a instalação de infraestrutura atrapalham o uso das novas tecnologias pelos brasileiros.

“A gente caminha para uma conectividade de tudo. Carro autônomo, casa conectada, monitoramento da saúde. Mas os atuais 7 milhões de M2M em São Paulo têm que virar 70 milhões em pouco tempo, ou todos esses aparelhos não vão funcionar”, diz Eduardo Tude. “Como vamos ter pessoas com medidor de saúde para comunicar ao médico, se está tudo congestionado porque não tem antenas? É isso que vai acontecer no Brasil. As tecnologias vão se desenvolver no mundo e não vamos conseguir usar aqui”, lamenta.

Embora a Lei Geral das Antenas, aprovada em 2015 no Congresso Nacional, determine aos municípios responder aos pedidos de licenciamento em no máximo 60 dias, na prática tem sorte quem consegue a autorização antes de seis meses, sendo o prazo de um ano o mais comum.

Como explica o especialista, sem infraestrutura de telecomunicações, os usuários são os mais diretamente prejudicados, porque as falhas de cobertura interferem no uso dos serviços. “Nada funciona direito sem antena. O próprio 4G hoje funciona, mas a cobertura é mais limitada, há buracos, zonas dentro de casa onde não pega, porque não tem mais antenas”, explica Tude. “O 5G vai ser a mesma coisa. Não quer dizer que não vamos ter o 5G, mas ele também terá a cobertura limitada. Quem sofre é o usuário, que fica sem sinal em todos os lugares.”

O presidente da consultoria Teleco, Eduardo Tude, participou do workshop “Os desafios para a ampliação dos serviços de telecomunicações nos municípios”, realizado na Fiesp, no dia 22 de agosto. Assistam à entrevista com o especialista.

Fiesp: Federação das Indústrias do Estado de São Paulo

LEIA TAMBÉM:

10/09/2019
Fórum debate novas tecnologias e desafios para a instalação de antenas de celular em BH

09/09/2019
Antenas estão em todo lugar e não são um risco à saúde

09/09/2019
Fake news sobre antenas reforçam a importância de debater tecnologia nas comissões de C&T

12/08/2019
Especialistas descartam impacto de antenas e smartphones na saúde

12/08/2019
Anatel: fake news que associam riscos à telefonia móvel não têm respaldo técnico

12/08/2019
"Não há provas científicas contra antenas e telefones celulares", diz Renato Sabbatini

12/08/2019
Potência de antenas celulares é muito baixa para causar danos à saúde

12/08/2019
Onda de desinformação é que faz mal às pessoas

12/08/2019
Estudioso do big bang sustenta que radiação de antenas e celulares não causa câncer

27/06/2019
Governo quer a regulamentação das Antenas para resolver conflitos com direito de passagem




Fatura digital é melhor opção para pagamento em dia da conta de serviços de telecom

Greve dos Correios tem agravado problema de atraso na entrega de contas, principal fator para o cliente perder a data de pagame ...

LEIA MAIS



Nos próximos três anos, Brasil terá de recapacitar 7,2 milhões de profissionais por conta da Inteligência artificial

Pesquisa mostra que o perfil de profissional buscado pelo mercado se transformou nos últimos dois anos. Os recursos técnicos sã ...

LEIA MAIS



Marcos Ferrari assume a presidência executiva do SindiTelebrasil

O economista Marcos Ferrari assumiu a presidência executiva do SindiTelebrasil, entidade que reúne as prestadoras de serviços d ...

LEIA MAIS



A economia digital é prioridade na agenda de companhias e governo

Na nova era, estratégias baseadas na utilização e massificação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são essenciai ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte