Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Com mais infraestrutura, PMEs aumentam o consumo de internet no Brasil
Agência Telebrasil
09/07/2018

Cada vez mais as microempresas usam a internet no Brasil. Dados divulgados pela Pesquisa TIC Empresas 2017, lançada em junho pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) por meio do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), mostram que o patamar de uso da internet por microempresas com 1 a 9 pessoas ocupadas atingiu o patamar de 88%.

De 2007 até hoje, houve um crescimento de 19 pontos percentuais; por sua vez, a proporção de microempresas com computador avançou em dez anos para 89%, representando um aumento de 10 pontos percentuais. O estudo aponta ainda a evolução do modelo de conexão à internet. O cabo e a fibra óptica ganham cada vez mais presença – o cabo com 51% das conexões e a fibra com 49%. As conexões DSL, via linha telefônica, ainda respondem por 63%, mas, em 2015, ficavam com 70% das conexões internet.

A pesquisa também revela que, em 2017, 29% das microempresas possuíam website e 65% estavam presentes nas redes sociais. “A significativa presença na internet, por meio das redes sociais em relação a websites próprios, provavelmente se dá em função do acesso facilitado e menor custo de manutenção, se comparadas as duas formas de presença on-line das microempresas brasileiras”, explica Alexandre Barbosa, gerente do Cetic.br.

Entre as pequenas, médias e grandes empresas (10 pessoas ocupadas ou mais), a pesquisa TIC Empresas 2017 mostra que 55% afirmaram possuir um website, proporção que era de 57% em 2015, o que representa um cenário de estabilidade. No caso das médias empresas, a presença na web por meio de websites é de 78% e das grandes empresas é de 89%.

O levantamento sinaliza ainda que a proporção de empresas que possuem perfil nas redes sociais chega a 70%. Das que estão presentes nesse tipo de plataforma on-line, 60% contam com uma área ou pessoa responsável pelo monitoramento das redes sociais e 29% terceirizam esse serviço.

No uso de novas tecnologias, o estudo apura que 27% usam a computação em nuvem para serviços de e-mail e 25% usam armazenamento de arquivos ou banco de dados. De acordo com a TIC Empresas 2017, o pagamento de impostos e taxas (72%) é a principal transação realizada por meio da internet entre empresas e governo.

Para elaborar a TIC Empresas 2017, foram entrevistadas 7.062 empresas de pequeno, médio e grande porte. Para acessar a pesquisa TIC Empresas 2017 na íntegra, incluindo tabelas completas de proporções, totais e respectivas margens de erro, bem como rever a série histórica, visite http://cetic.br/pesquisa/empresas/indicadores.

LEIA TAMBÉM:

17/09/2018
Prestadoras móveis investem US$ 15 bilhões por ano em novas redes na América Latina

06/09/2018
Serviços móveis alcançam 98,2% da população brasileira

30/08/2018
STF valida terceirização da atividade-fim nas empresas

24/08/2018
Reclamações de usuários dos serviços de telecom na Anatel caem 13% em julho

23/08/2018
Smartphones estão no top 3 da preferência do consumidor na compra pela Internet

23/08/2018
Celular é o principal meio de acesso à Internet dos estudantes no Brasil

21/08/2018
Workshop discute entraves para a implantação de infraestrutura de telecom

09/08/2018
Índice de reclamações de usuários de telecom cai 15,6% no 1º semestre

02/08/2018
4G alcança 4071 municípios no Brasil

01/08/2018
Expansão das telecomunicações garantiu crescimento econômico ao Brasil




 

Painel TELEBRASIL 2019 será vitrine de soluções com TICs

A edição 63 do Painel Telebrasil, que acontecerá nos dias 21, 22 e 23 de maio de 2019, em Brasília, terá como atração o FórumGo ...

LEIA MAIS



Na era digital, o Brasil é o país que mais cobra impostos sobre os serviços aos consumidores

Serviços bons e mais baratos dependem de políticas públicas que permitam baixar a carga de quase 50% de impostos paga hoje pelo ...

LEIA MAIS



Aprovação do PL das Antenas na cidade de São Paulo é urgente para a oferta de serviços digitais, concordam Prefeitura e prestadoras

Nos últimos cinco anos, apenas uma licença foi concedida na capital paulista. Os desafios para a ampliação dos serviços de tele ...

LEIA MAIS



Telebrasil participa de debate sobre programa de fomentos para o período 2019/2022 no Rio Info 2018

Debate reúne FINEP, FIRJAN e BNDES, com a moderação de Cesar Rômulo Silveira Neto, presidente do conselho diretor do projeto &l ...

LEIA MAIS



Prestadoras móveis investem US$ 15 bilhões por ano em novas redes na América Latina

Estudo da GSMA mostra que, hoje, mais de um terço das conexões - 35% - da região já opera em 4G. Até 2023, os vídeos móveis vão ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte