Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Claro: Internet das Coisas precisa beneficiar quem está investindo no Brasil
Agência Telebrasil
23/05/2018

Diretor-executivo Jurídico e Regulatório da Claro, Oscar Petersen, ressalta a necessidade da adoção de medidas que retomem a atratividade do setor no País.

Cogitar a realização de um leilão de faixas de frequência seria precipitado, na medida em que ainda existem pendências nas faixas licitadas em 2014, disse o diretor-executivo Jurídico e Regulatório da Claro, Oscar Petersen. Em sua apresentação durante o Painel Telebrasil 2018, que ocorre até quinta-feira, 24/05, em Brasília, ele defendeu que, além de as prestadoras de serviços de telecomunicações terem quantidade limitada de investimentos, a faixa dos 700 MHz licitada só será totalmente entregue no fim de 2019.

A limpeza do espectro segue sendo feita: 582 cidades são esperadas para terem o espectro liberado em 2018 e 1.246, até o fim de 2019. “Vamos começar a amortizar os investimentos [feitos para compra de licenças] de forma plena somente após a entrega total da faixa”, afirmou. Sobre a possiblidade de acontecer um novo leilão para licitar a 3,5 GHz, o diretor-executivo lembrou que a faixa deve ser usada para 5G e não para 4G, que já conta com espectro suficiente.

"A faixa é importante e deve ser preservada para 5G. Existe interferência com as antenas parabólicas, algo que não é simples de resolver. Nossa expectativa é que não ocorra licitação antes de 2020", disse, lembrando que o processo de limpeza da interferência das antenas parabólicas é mais complexo do que está passando com os 700 MHz. Ainda sobre espectro, Peterson salientou que a discussão sobre a possível alteração no spectrum cap precisa manter o equilíbrio do mercado.

Oscar Peterson também chamou a atenção para os indicadores financeiros que mostram a dificuldade atual do setor, com investimentos caindo. “Se continuarmos nesta trajetória, vamos chegar ao patamar de 2012; e é preocupante, porque precisamos dar um salto de infraestrutura para preparar o País para a sociedade conectada.”

Além da redução dos investimentos, a queda do retorno de investimentos está afetando negativamente a atratividade de capitais, e a crise econômica levou os Estados menos ricos a aumentar o ICMS, impactando o setor. “Temos Estados que chegam a 45% de ICMS; são os Estados mais carentes e em que quase 90% da população é pré-paga e com ARPU baixo, ou seja, onde a população mais precisa ser inserida no digital”, disse.

IoT

Ao abordar o desenvolvimento da Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) no Brasil, o diretor da Claro frisou que três pontos são importantes: a desoneração fiscal do Fistel; o licenciamento de estações radiobase, que em algumas cidades, como São Paulo, ainda é muito difícil, sendo que em 5G haverá necessidade de muito mais ERBs; e o roaming permanente.

“Seria uma loucura permitir que uma empresa estrangeira embarcasse chips e os ativassem na rede aqui, com quem tem acordo, e, assim, passassem a atuar no País, sem pagar imposto”, completou.

Assista à apresentação do diretor da Claro Brasil no Painel Telebrasil 2018.

LEIA TAMBÉM:

07/09/2018
Painel TELEBRASIL 2019 será vitrine de soluções com TICs

01/08/2018
Expansão das telecomunicações garantiu crescimento econômico ao Brasil

01/08/2018
Legislação precisa migrar do passado para o futuro

31/07/2018
Anatel: números expressam o sucesso do modelo

31/07/2018
Vinte anos de privatização das telecomunicações

09/07/2018
Aprovação do PLC 79/16 abre espaço para mais serviços via satélite

18/06/2018
Tributo "Zero" para um Brasil no Século XXI

18/06/2018
Na era digital, o Brasil é o país que mais cobra impostos sobre os serviços aos consumidores

18/06/2018
Expansão da banda larga passa pelo uso correto dos fundos setoriais

18/06/2018
Como agente arrecador do Fisco, Anatel tem a missão de buscar a eficiência no setor




Hospital Santa Paula investe na personalização do atendimento com transformação digital

Instituição adota novas tecnologias, mas, mais do que tudo, investe na qualificação do profissional para lidar com as novas fer ...

LEIA MAIS



Só com mão de obra capacitada, o Brasil terá uma agricultura 4.0

Com o maior uso de tecnologia, há uma demanda significativa de profissionais para o campo com o domínio de TICs, diz a chefe-ge ...

LEIA MAIS



A economia digital é prioridade na agenda de companhias e governo

Na nova era, estratégias baseadas na utilização e massificação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são essenciai ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte