Agência Telebrasil
Expediente
Telebrasil



O SindiTelebrasil agora é Conexis Brasil Digital. Saiba mais.

Brasil soma 234 milhões de smartphones ativos
Agência Telebrasil
04/06/2020

País possui 424 milhões de dispositivos digitais ativos, adicionando os desktops, notebooks e tablets, revela a 31ª Pesquisa Anual do FGVcia/São Paulo. Hoje, apura o estudo, se vende quatro smartphones para uma TV.

O Brasil soma 424 milhões de dispositivos digitais - desktop de mesa, notebook, tablet e smartphone - em uso no Brasil, ou em média, quase dois dispositivos digitais por pessoa, de acordo com estudo divulgado nesta quinta-feira, 04/06, pelo FGVcia, Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-EAESP) sobre o mercado de Tecnologia da Informação.

Em 2019, o Brasil somava 420 milhões de dispositivos digitais, sempre com os smartphones ganhando forte destaque, representando, hoje, 55,1% de todos os dispositivos ativos. Em relação à quantidade de smartphone, a pesquisa aponta que o País permanece com mais de 1 por habitante em uso no Brasil. Ao todo, são 234 milhões de celulares inteligentes (smartphones). Ao adicionar notebooks e tablets, são 342 milhões de dispositivos portáteis em junho 2020, ou seja, 1,6 dispositivo portátil por habitante.

O levantamento, feito a partir de amostras com 2.622 médias e grandes empresas, apura que, hoje, vende-se quatro smartphones para uma TV e uma TV por cada computador, tanto no Brasil, Estados Unidos e no mundo. "Através dos resultados divulgados, podemos observar que está cada vez mais comprovado o processo de Transformação Digital das empresas e da sociedade. Com PCs e smartphones temos a relevância da tecnologia para o Brasil", revela Fernando Meirelles, coordenador do estudo.

Ao ser indagado sobre o cenário para 2020, o professor Meirelles disse que o aumento do trabalho em home office apresenta uma tendência de maior uso e de venda de computadores. Os smartphones, acrescenta o executivo, também têm um novo cenário.  "Muitas pessoas, em função da pandemia, especialmente nas classes C, D e E buscaram, no começo da pandemia, atualizar seus dispositivos para poder ter acesso a novos aplicativos e ferramentas como a da educação a distância", completa.

O estudo mostra ainda a preocupação das empresas em investir em tecnologia, uma vez que o gasto e investimento em TI cresceu para 8% da receita das empresas em 2019, mesmo com a crise econômica e se manteve estável em relação a 2018. "As companhias entendem que tecnologia não é um gasto. É um investimento para consolidar os negócios. Este ano, a pandemia acelerou a transformação digital e a digitalização, o que reverterá em mais aporte em big data", exemplifica Fernando Meirelles, que conduz esse levantamento há 31 anos.

LEIA TAMBÉM:

17/12/2020
Leis da desoneração do IoT e que moderniza o Fust trazem avanços para as telecomunicações

15/12/2020
Entidades do setor de Telecom e TI lançam manifesto pela continuidade das políticas públicas de conectividade

08/11/2020
Operadoras oferecem roaming gratuito a usuários do Amapá em crise de energia

29/09/2020
Conexis Brasil Digital é a nova marca do SindiTelebrasil

28/08/2020
Telecomunicações é insumo básico à economia moderna

28/08/2020
Economia inclui isenção à IoT e VSATs no Orçamento 2021

28/08/2020
Mais imposto, menos serviços e investimentos, adverte a Algar Telecom

28/08/2020
É hora de tirar barreiras e fazer Telecomunicações avançar no Brasil

28/08/2020
Competitividade do Brasil passa por mais incentivo às telecomunicações

27/08/2020
Conselho de Autorregulação das Telecomunicações realizou sua 1ª reunião



Painel Telebrasil 2020 - Evento Digital - 08, 15, 22 e 29 de setembro 

Soluções para o 5G serão técnicas e Ministério das Comunicações fará diálogo com operadoras

Resultados de reunião entre empresas de telecomunicações associadas à Conexis e o ministro Fabio Faria foram considerados posit ...

LEIA MAIS



Leis da desoneração do IoT e que moderniza o Fust trazem avanços para as telecomunicações

Sanção do PL 172/2020, no entanto, deixou de fora mecanismo que daria maior efetividade aos investimentos em políticas públicas ...

LEIA MAIS



Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e IoT. As aulas acontecem por meio de apre ...

LEIA MAIS



Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

Lacuna de habilidades é um dos pontos críticos para o incremento dos negócios conectados, revela a pesquisa IoT Signals, produz ...

LEIA MAIS




Agência Telebrasil © 2018-2020 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte