Agência Telebrasil
Expediente
Telebrasil



O SindiTelebrasil agora é Conexis Brasil Digital. Saiba mais.

Banco Central anuncia regulamento do PIX em live do Jota com SindiTelebrasil
Agência Telebrasil
12/08/2020

O diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do Banco Central (BC), João Manoel Pinho de Mello, garante que o novo modelo de pagamento instantâneo vai aumentar a competição e pede a adesão das operadoras de telecomunicações ao novo ecossistema.

O Banco Central anunciou em primeira mão na live do Jota com o SindiTelebrasil, que acontece nesta quarta-feira, 12/08, a publicação do regulamento do PIX, plataforma de pagamento instantâneo. Na live, o diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do Banco Central (BC), João Manoel Pinho de Mello, afirmou que o PIX é um dos pilares para fomentar a competição no mercado financeiro e descartou os rumores que o PIX virá para competir com outras modalidades de meio de pagamento, como TED, DOCs ou boletos.

"O PIX não é uma 'TED vitaminada'. Ele é muito mais. Ele é uma plataforma multifuncional por onde as empresas poderão ofertar diversos tipos de pagamentos", reiterou. João Manoel Pinho de Mello esclareceu ainda que o Banco Central não vai, pelo PIX, prestar serviços ao consumidor final. O Banco Central será o organizador de um ecossistema, com a participação de todas as instituições financeiras e fintechs. "Não é verdade que o BC vai prestar serviço ao usuário final. Mas queremos, sim, criar um modelo que nos permita aumentar a competição e preços mais baratos para o consumidor final".

De acordo ainda com o diretor do Banco Central, o PIX terá um custo médio para as empresas participantes do ecossistema de R$ 0,01 por 10 transações, o que é praticamente um preço de custo. João Manoel de Pinho Mello lembra que, hoje, o custo médio de uma TED (Tarifa Eletrônica de Depósito) está em R$ 0,07 por transação para as instituições financeiras. "O nosso objetivo é, sim, fazer a competição. Mas não vamos regular ou tabelar os preços cobrados pelas empresas do ecossistema ao usuário final. Mas vamos sim fiscalizar se há competição entre elas. Queremos preços mais baixos ao final", assegura.

Com relação ao tempo de transação, O PIX terá um tempo médio esperado de 2 segundos para efetivar a transferência de dinheiro, o que é um tempo absolutamente inédito no sistema financeiro hoje. O smartphone - já transformado em um meio de pagamento por conta do banco no celular-  será um meio efetivo para fomentar o PIX. Isso porque boa parte dos pagamentos vai acontecer por meio de uso de QRCodes e ativados pelas câmaras dos terminais celulares.

O diretor do Banco Central pediu a adesão das operadoras de telecomunicações ao PIX, uma vez que elas recebem milhares de contas dos consumidores. As teles presentes ao evento afirmam que tem total interesse em estimular a adesão dos seus clientes ao novo modelo de pagamento. “O setor de telecom é plataforma essencial para o desenvolvimento da economia digital e da inclusão de cada vez mais brasileiros, pela capilaridade, alcance dos serviços e grande número de usuário. Só no celular, são 226 milhões de chips”, avalia o presidente executivo do SindiTelebrasil, Marcos Ferrari.

Do debate sobre meios de pagamento, participam também o advogado e professor da Fundação Getúlio Vargas FGV/RJ Carlos Ragazzo, o VP de Estratégia e Transformação da TIM Brasil, Renato Ciuchini, e o diretor de Serviços Digitais e Inovação da Vivo, Rodrigo Gruner. Nas outras lives teremos a participação de executivos da Algar Telecom, Claro, Oi e Sercomtel.

O Painel Telebrasil é principal evento de telecomunicações do ano e contará com a presença dos maiores expoentes do setor e de autoridades de telecom e da área econômica. A programação oficial do Painel será distribuída ao longo do mês de setembro, todas as terças-feiras, nos dias 8, 15, 22 e 29, e pode ser acessada no site http://paineltelebrasil.org.br/ .

LEIA TAMBÉM:

29/09/2020
Conexis Brasil Digital: Telecomunicações nos mantêm conectados ao que realmente importa

29/09/2020
BNDES quer ser o articulador para o Brasil ter mais infraestrutura

29/09/2020
Novas regras dão maior segurança para investimentos em telecom

29/09/2020
TIM: Brasil pode se tornar líder em 5G com Open RAN

29/09/2020
Segurança no 5G está no centro das atenções da Comissão Europeia

29/09/2020
Fórum 5G Brasil lança documento sobre o impacto da nova geração de comunicações móveis

29/09/2020
Nokia quer ser orquestrador do 5G brasileiro e defende estratégia Open RAN

29/09/2020
Adidas Brasil: mais que aumentar as vendas online, a hora é de inovar nos produtos

29/09/2020
Siemens do Brasil: grande revolução do 5G será a Internet das Coisas

29/09/2020
5G tornará a conexão entre veículos, condutores e passageiros mais segura, sustentável e divertida



Painel Telebrasil 2020 - Evento Digital - 08, 15, 22 e 29 de setembro 

Conexis Brasil Digital se posiciona acerca de eventuais restrições à participação de fornecedores na tecnologia 5G no Brasil

A Conexis Brasil Digital, nova marca do SindiTelebrasil, divulgou nesta sexta-feira, 27/11, um posicionamento acerca de eventua ...

LEIA MAIS



Projetos conjuntos de diferentes setores de infraestrutura devem mirar redução de custos

Política para novos investimentos em infraestrutura deve estimular o planejamento integrado de diferentes segmentos.

...

LEIA MAIS



Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e IoT. As aulas acontecem por meio de apre ...

LEIA MAIS



Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

Lacuna de habilidades é um dos pontos críticos para o incremento dos negócios conectados, revela a pesquisa IoT Signals, produz ...

LEIA MAIS




Agência Telebrasil © 2018-2020 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte