Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

BNDES financia ecossistema de Internet das Coisas
Agência Telebrasil
01/07/2018

Objetivo do banco de fomento é estimular uso de casos em cidades inteligentes, áreas rurais e saúde. Cronograma prevê indicar as selecionadas no final de outubro. Primeira chamada pública tem R$ 20 milhões em financiamentos não reembolsáveis.

O BNDES lançou, no dia 14 de junho, a primeira chamada pública para estimular o ecossistema relacionado à Internet das Coisas (IoT), dando sequência ao plano nacional para esse segmento. São R$ 20 milhões para projetos piloto em cidades inteligentes, áreas rurais e saúde, em financiamentos não reembolsáveis. Além disso, o banco de fomento vai abrir uma linha específica para emprestar as contrapartidas das iniciativas selecionadas.

“A bola da vez do mundo hoje é a Internet das Coisas. Nosso objetivo é preparar o Brasil para viver a utilização e implantação da Internet das Coisas no mesmo momento dos outros países”, afirmou o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, ao participar da cerimônia de lançamento da iniciativa, no Rio de Janeiro.

O presidente do BNDES, Dyogo Oliveira, emendou que o Brasil pode se posicionar com essa nova onda tecnológica. “Chips e sensores representam uma parte pequena do custo. A grande agregação de valor está na integração, na construção de soluções e na melhor utilização das informações. E nesse particular o Brasil tem grande competência e pode tirar proveito.”

Como informou o superintendente da Área de Indústria e Serviços, Julio Ramundo, o BNDES trabalha numa chamada de R$ 20 milhões em recursos não reembolsáveis para montar uso de casos junto com empresas de tecnologia e institutos tecnológicos. O banco, acrescentou Ramundo, já tem à disposição 15 fundos de venture capital, capital semente e investimento anjo.

“São R$ 600 milhões disponíveis para aplicação nessas tecnologias por meio de fundos de capital de risco. E vamos ter ainda uma linha facilitada, rápida. Vamos baixar o limite de acesso direto ao BNDES para R$ 1 milhão para fazer crédito para empresas nessa área. Uma linha ágil para empresas na área de IoT”, completou.

Na prática, o BNDES poderá aportar até R$ 2 milhões pela linha não reembolsável. Com isso, o aporte mínimo de contrapartida dos esperados consórcios entre fornecedores, institutos de tecnologia e consumidores pela nova linha de financiamento será de R$ 1 milhão, mas com expectativa de que seja maior.

As propostas devem ser submetidas ao BNDES até 31 de agosto próximo. O banco espera indicar quais foram as selecionadas em até 60 dias depois dessa data. Mais informações estão disponíveis em www.bndes.gov.br/pilotosiot.

LEIA TAMBÉM:

09/09/2019
Economia digital expande a fronteira para a geração de novos negócios

23/08/2019
Seis em cada dez internautas fizeram compras por meio de aplicativos

02/08/2019
Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

02/08/2019
Seis em cada 10 brasileiros usam meios digitais de pagamentos

19/06/2019
Ranking Cidades Amigas da Internet tem São José dos Campos na liderança e Porto Alegre como a melhor capital

19/06/2019
Após simplificar processo de instalação de antenas, São José dos Campos se torna a primeira no Ranking Cidades Amigas da Internet

19/06/2019
Uberlândia, em MG, lidera o Ranking Serviços de Cidades Inteligentes

19/06/2019
Porto Alegre revoga lei 'pouquíssimo racional e antiga' para atrair investimentos e promover a inclusão digital

19/06/2019
Fortaleza reformula lei de antenas municipal e ganha 75 posições no Ranking Cidades Amigas da Internet

19/06/2019
Teleco: adequação à Lei das Antenas e agilidade nos processos fazem a diferença




Fatura digital é melhor opção para pagamento em dia da conta de serviços de telecom

Greve dos Correios tem agravado problema de atraso na entrega de contas, principal fator para o cliente perder a data de pagame ...

LEIA MAIS



Nos próximos três anos, Brasil terá de recapacitar 7,2 milhões de profissionais por conta da Inteligência artificial

Pesquisa mostra que o perfil de profissional buscado pelo mercado se transformou nos últimos dois anos. Os recursos técnicos sã ...

LEIA MAIS



Marcos Ferrari assume a presidência executiva do SindiTelebrasil

O economista Marcos Ferrari assumiu a presidência executiva do SindiTelebrasil, entidade que reúne as prestadoras de serviços d ...

LEIA MAIS



A economia digital é prioridade na agenda de companhias e governo

Na nova era, estratégias baseadas na utilização e massificação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são essenciai ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte