Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Anatel diz que regulamentação não será entrave para Internet das Coisas
Agência Telebrasil
18/06/2019

De acordo com o superintendente de Planejamento e Regulamentação da agência, Nilo Pasquali, haverá simplificações nas regras de qualidade, numeração e outorgas, além de um trabalho de convencimento para a eliminação de taxas como o Fistel.

Em que pesem iniciativas que começam a ofertar serviços associados à Internet das Coisas (IoT), há bastante trabalho a ser feito para garantir um ambiente favorável a essa tecnologia no Brasil. Segundo o superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, Nilo Pasquali, o primeiro esforço é assegurar que as regras não dificultem o desenvolvimento da IoT no País.

“Estamos fazendo esse debate já há dois anos, e o objetivo é simplificar o que tem hoje na regulamentação para fomentar esse mercado e garantir que ele vai existir no Brasil com toda sua potencialidade. Temos que garantir que a regulamentação não será empecilho”, afirmou Pasquali.

Em entrevista à Newsletter da Telebrasil, o superintendente da Anatel disse que ainda este ano vão avançar ajustes regulatórios que endereçam algumas das questões. “No segundo semestre, há a previsão de se colocar em consulta pública a revisão da regulamentação para simplificar aspectos de qualidade, de numeração, e esclarecer como as outorgas funcionam no ambiente de IoT”, adiantou.

Pasquali reconhece que é preciso dar um tratamento tributário, ainda que o tema não seja de competência do órgão regulador. “As discussões tributárias não envolvem apenas a agência, mas apontamos necessidades de alterações nessas questões que dificultam o mercado, e isso exige que o parlamento esteja engajado também.”

Há razões para algum otimismo, uma vez que a eliminação do Fistel para dispositivos de Internet das Coisas dá sinais de avançar no Congresso. “Temos a necessidade de zerar as taxas pelo menos para dispositivos IoT”, sentenciou. Assistam à entrevista com o superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, Nilo Pasquali.

Fistel - Fundo de Fiscalização das Telecomunicações

LEIA TAMBÉM:

11/02/2020
MCTIC promove bate-papo sobre 5G

06/01/2020
O carro será uma Internet das Coisas

11/12/2019
Indústria e prestadoras de telecomunicações se posicionam por um leilão 5G mais eficiente para a sociedade

19/11/2019
5G é a grande oportunidade para ampliar a cobertura

18/11/2019
Testes comprovam a viabilidade técnica da convivência entre o 5G e parabólicas

06/11/2019
5G exige segurança para garantir o retorno para o investimento

08/10/2019
Anatel faz revisão infralegal em busca de um melhor ambiente para a Internet das Coisas

26/09/2019
Câmara aprova projeto que zera tributos para Internet das Coisas

09/09/2019
Cobertura rural do 5G exige soluções que atendam ao agronegócio

09/09/2019
Com escala, 5G terá smartphone de US$ 200 em dois anos




Brasil alcança 100 mil antenas de telefonia e internet móvel, mas precisa de muito mais

O ritmo do licenciamento de antenas pelas prefeituras precisa ser acelerado, com a atualização de lei municipais e mudanças nos ...

LEIA MAIS



Prestadoras de serviços de telecom investiram R$ 6,9 bi no 1º trimestre

Levantamento do SindiTelebrasil mostra que, apesar dos desafios como a elevada carga tributária e o alto custo regulatório, os ...

LEIA MAIS



Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e IoT. As aulas acontecem por meio de apre ...

LEIA MAIS



Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

Lacuna de habilidades é um dos pontos críticos para o incremento dos negócios conectados, revela a pesquisa IoT Signals, produz ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2020 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte