Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Algar Telecom: telecomunicações viabilizam a revolução digital
Agência Telebrasil
23/05/2019

Mas se as políticas continuarem como até agora, a desigualdade digital do Brasil só tende a aumentar, porque a demanda será exponencial e nem a máxima boa vontade dos agentes do ecossistema poderá ajudar a reduzir o gap, diz o presidente da Algar Telecom, Jean Borges, no Painel Telebrasil 2019.

Cabe ao setor de telecomunicações viabilizar a revolução digital, uma vez que sem conectividade não há digitalização, mas é preciso também que se adotem políticas capazes de permitir que se crie um ambiente com qualidade em abundância para a sociedade conectada, formada pelo cidadão comum, pelas empresas, entidades e governo.

"Tudo que se tem pela frente é mais exponencial do que já foi feito até aqui, e se continuarmos com as ações de hoje o gap digital vai aumentar, mesmo com a máxima boa vontade de todos os atores do ecossistema", sinalizou o presidente da Algar Telecom, Jean Borges, ao participar do Painel Telebrasil, nesta quinta-feira, 23/05.

Borges reforçou que sem conectividade não há mundo digital e insistiu que o Brasil precisa de políticas atualizadas para promover a transformação digital. Uma das medidas a serem tomadas, sugeriu, é dar aos fundos setoriais a sua real destinação, como acontece, hoje, nos Estados Unidos. "Lá, os recursos dos fundos são verdadeiramente utilizados para expandir infraestrutura, mesmo em um País tão pródigo em infraestrutura".

O presidente da Algar Telecom também reiterou a questão tributária."Preços justos virão com a transformação das prestadoras e, principalmente, com a redução de uma parcela significativa de impostos. Os tributos impostos às telecomunicações são contraproducentes para a realidade brasileira", lamentou. Borges disse ainda que, mais do que incentivar a transformação digital, as prestadoras precisam fazer a sua adequação ao mundo digital.

"Na Algar Telecom, investimos muito pesado em inovação e na mudança cultural. Nós não temos mais diretorias, nós temos tribos, onde todos interagem independentemente da unidade de trabalho, para aumentar a velocidade do desenvolvimento de ofertas e produtos para o consumidor". Em entrevista à Agência Telebrasil, o presidente da Algar Telecom, Jean Borges, enfatizou que o Brasil precisa agir rápido para não ficar para trás no mundo da economia digital. Assistam.

LEIA TAMBÉM:

18/06/2019
Anatel diz que regulamentação não será entrave para Internet das Coisas

18/06/2019
LCA Consultores: Brasil Digital requer dar prioridade às telecomunicações

17/06/2019
Brasil precisa criar diretrizes em inteligência artificial

12/06/2019
Painel Telebrasil aponta caminhos para um novo ciclo de investimentos

12/06/2019
Qualcomm: 5G tem papel crucial na transformação digital e na competitividade da economia

11/06/2019
Transformação digital exige vontade política para destravar investimentos

11/06/2019
Huawei: TICs são a base da era das coisas conectadas e inteligentes

11/06/2019
Brasil Digital passa por uma mudança de cultura

11/06/2019
Nokia: Para trazer mais investimentos, o Brasil precisa de reformas macro e microeconômicas

11/06/2019
Prestadoras são os grandes atores da plataforma digital


 

Formação de mão de obra atual não atende demanda do setor de TICs

Em debate na Câmara dos Deputados, a Confederação Nacional da Tecnologia da Informação e Comunicação (Contic), entidade que reú ...

LEIA MAIS



Governo quer a regulamentação das Antenas para resolver conflitos com direito de passagem

Em que pese a previsão em Lei de que o uso do direito de passagem é gratuito, nem o próprio governo segue essa disciplina, admi ...

LEIA MAIS



A economia digital é prioridade na agenda de companhias e governo

Na nova era, estratégias baseadas na utilização e massificação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são essenciai ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte