Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

5G vai conectar coisas e pessoas, mas precisa de apoio
Agência Telebrasil
23/05/2019

O diretor de Negócios e Operações da Nokia do Brasil, Luiz Tonisi, lembra que somente o País vai precisar de mais de 100 mil novas ERBs para atender à nova infraestrutura.

As redes 5G começam a ser uma realidade, tanto que, ainda este ano, pelo menos 20 novas redes serão ativadas comercialmente no mundo, mas é preciso pavimentar a infraestrutura, observou o diretor de Negócios e Operações da Nokia do Brasil, Luiz Tonisi, ao participar do Painel Telebrasil, nesta quarta-feira, 22/05.

O executivo lembrou que a chegada dessas redes deve proporcionar um salto de produtividade aos  usuários. “Não houve um salto de desenvolvimento com a infraestrutura básica, mas isso deve acontecer nos próximos anos, quando as aplicações começarem a ganhar espaço”, disse.

Para isso, no entanto, o executivo reforçou a necessidade de formação de ecossistemas completos que complementem essas redes. Ele citou o exemplo da própria Nokia, que hoje possui 37 acordos comerciais em curso, 20 deles com organismos públicos. Esse ecossistema é necessário porque as aplicações baseadas em 5G demandarão mais precisão, além de incluírem novos usos como vídeo em alta definição e realidade aumentada.

Tonisi também reforçou a necessidade de mudanças na infraestrutura para suportar essas novas redes. De acordo com o executivo, o mundo conta hoje com 7 milhões de estações radiobase (ERBs) e este número precisaria dobrar para atender a demanda que será gerada. “No Brasil, estamos falando de 100 mil ERBs a mais”, revelou.

Mesmo com a construção dessa estrutura demandando investimentos de US$ 3,8 trilhões, o executivo acredita que, com as redes 5G em operação, a economia pode ser extraordinária, representando um salto tecnológico. “Estamos falando em sair da conexão de milhões de pessoas para bilhões de coisas, com velocidades cem vezes mais rápidas e dez vezes menos latência”, comparou.

De todo modo, disse Tonisi, essa latência não vem sozinha. Ao contrário, é preciso construir um caminho até o 5G para que tudo esteja pronto quando o acesso chegar. “Toda a parte de backhaul, orquestração, slicing por software, automação, analytics e descentralização da arquitetura deve ser feita antes”, enfatizou.

Isso vale também para o Brasil, onde Tonisi acredita que a grande beneficiada das redes 5G será a competitividade da indústria, do agronegócio e de outras verticais. “O 5G será a plataforma da quarta revolução, que permitirá ter toda a capacidade necessária, trará competitividade para as indústrias e também vai alavancar a banda larga no Brasil”, previu.

Com tudo isso, a estimativa é de que o PIB brasileiro seja impactado por um crescimento entre US$ 30 milhões e US$ 100 milhões até 2025, somente com a entrada em operação de aplicativos baseados em 5G. E a Nokia está se preparando para abocanhar uma fatia importante desse bolo.

Segundo Tonisi, a companhia tem hoje 7 mil ERBs em operação no Brasil prontas para o 5G e está renovando 40% dos backbones das prestadoras de serviços de telecomunicações brasileiras. “Além disso, estamos trazendo nossa plataforma de IoT para o Brasil, onde já temos dois projetos em aprovação no BNDES”, revelou.

O executivo acredita que o governo pode acelerar ainda mais esta preparação. “Precisamos de um empurrão na economia, como a aprovação do PLC79. Além disso, sem espectro e fibra, nada disso vai acontecer.  A tributação em IoT tem de ser zero e precisamos desenvolver capital humano para o novo mundo. Precisamos de agilidade, flexibilidade e consistência”, completou.

LEIA TAMBÉM:

09/10/2019
Mudanças incentivam novas redes e melhores serviços

09/10/2019
Uma lei voltada para o futuro

08/10/2019
Bolsonaro: "Temos uma oportunidade ímpar de mudar o Brasil"

08/10/2019
Sociedade é quem ganha com o novo marco legal de telecom

08/10/2019
Lei abre espaço para a expansão da banda larga

08/10/2019
País sai do atraso com o avanço das telecomunicações

08/10/2019
Anatel: agora é conciliar os interesses público e privado

08/10/2019
Revisão do marco legal de telecom traz segurança jurídica aos investimentos

08/10/2019
Novas regras vão garantir os empregos do futuro

07/10/2019
Ferrari participa do lançamento do projeto piloto para integrar Consumidor.gov.br ao Processo Judicial Eletrônico


 

Setor de telecom lança campanha de sustentabilidade pela fatura digital

Todos os meses, 76 milhões de clientes de serviços de telecom ainda recebem a fatura impressa. Em média, são 152 milhões de fol ...

LEIA MAIS



Bolsonaro: "Temos uma oportunidade ímpar de mudar o Brasil"

Presidente da República, Jair Bolsonaro, destacou que a Lei 13.879/19, que atualizou o marco Legal de Telecom, vai proporcionar ...

LEIA MAIS



Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e IoT. As aulas acontecem por meio de apre ...

LEIA MAIS



Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

Lacuna de habilidades é um dos pontos críticos para o incremento dos negócios conectados, revela a pesquisa IoT Signals, produz ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte