Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

5G vai conectar coisas e pessoas, mas precisa de apoio
Agência Telebrasil
23/05/2019

O diretor de Negócios e Operações da Nokia do Brasil, Luiz Tonisi, lembra que somente o País vai precisar de mais de 100 mil novas ERBs para atender à nova infraestrutura.

As redes 5G começam a ser uma realidade, tanto que, ainda este ano, pelo menos 20 novas redes serão ativadas comercialmente no mundo, mas é preciso pavimentar a infraestrutura, observou o diretor de Negócios e Operações da Nokia do Brasil, Luiz Tonisi, ao participar do Painel Telebrasil, nesta quarta-feira, 22/05.

O executivo lembrou que a chegada dessas redes deve proporcionar um salto de produtividade aos  usuários. “Não houve um salto de desenvolvimento com a infraestrutura básica, mas isso deve acontecer nos próximos anos, quando as aplicações começarem a ganhar espaço”, disse.

Para isso, no entanto, o executivo reforçou a necessidade de formação de ecossistemas completos que complementem essas redes. Ele citou o exemplo da própria Nokia, que hoje possui 37 acordos comerciais em curso, 20 deles com organismos públicos. Esse ecossistema é necessário porque as aplicações baseadas em 5G demandarão mais precisão, além de incluírem novos usos como vídeo em alta definição e realidade aumentada.

Tonisi também reforçou a necessidade de mudanças na infraestrutura para suportar essas novas redes. De acordo com o executivo, o mundo conta hoje com 7 milhões de estações radiobase (ERBs) e este número precisaria dobrar para atender a demanda que será gerada. “No Brasil, estamos falando de 100 mil ERBs a mais”, revelou.

Mesmo com a construção dessa estrutura demandando investimentos de US$ 3,8 trilhões, o executivo acredita que, com as redes 5G em operação, a economia pode ser extraordinária, representando um salto tecnológico. “Estamos falando em sair da conexão de milhões de pessoas para bilhões de coisas, com velocidades cem vezes mais rápidas e dez vezes menos latência”, comparou.

De todo modo, disse Tonisi, essa latência não vem sozinha. Ao contrário, é preciso construir um caminho até o 5G para que tudo esteja pronto quando o acesso chegar. “Toda a parte de backhaul, orquestração, slicing por software, automação, analytics e descentralização da arquitetura deve ser feita antes”, enfatizou.

Isso vale também para o Brasil, onde Tonisi acredita que a grande beneficiada das redes 5G será a competitividade da indústria, do agronegócio e de outras verticais. “O 5G será a plataforma da quarta revolução, que permitirá ter toda a capacidade necessária, trará competitividade para as indústrias e também vai alavancar a banda larga no Brasil”, previu.

Com tudo isso, a estimativa é de que o PIB brasileiro seja impactado por um crescimento entre US$ 30 milhões e US$ 100 milhões até 2025, somente com a entrada em operação de aplicativos baseados em 5G. E a Nokia está se preparando para abocanhar uma fatia importante desse bolo.

Segundo Tonisi, a companhia tem hoje 7 mil ERBs em operação no Brasil prontas para o 5G e está renovando 40% dos backbones das prestadoras de serviços de telecomunicações brasileiras. “Além disso, estamos trazendo nossa plataforma de IoT para o Brasil, onde já temos dois projetos em aprovação no BNDES”, revelou.

O executivo acredita que o governo pode acelerar ainda mais esta preparação. “Precisamos de um empurrão na economia, como a aprovação do PLC79. Além disso, sem espectro e fibra, nada disso vai acontecer.  A tributação em IoT tem de ser zero e precisamos desenvolver capital humano para o novo mundo. Precisamos de agilidade, flexibilidade e consistência”, completou.

LEIA TAMBÉM:

27/05/2020
Telecom mostra ser essencial para apoiar a economia

27/05/2020
Digitalização abre oportunidades para a oferta de novos serviços

27/05/2020
Retomada brasileira passa pelos serviços de telecom

13/05/2020
Para o CGI.br, é preciso remover barreiras legislativas que impedem a instalação de redes de telecom

11/05/2020
Gargalos impõem limites ao alcance do investimento, diz Ferrari em live do Teletime

11/05/2020
Doze estados e 14 prefeituras já usam a plataforma das operadoras para identificar concentrações

29/04/2020
Celular está presente em 99,2% dos domicílios com acesso à Internet

29/04/2020
Em webinar do site Jota, Ferrari fala dos dados estatísticos dos Mapas de Calor

28/04/2020
Operadoras já enviaram 335 milhões de SMS com mensagens sobre a Covid-19

17/04/2020
Operadoras já enviaram 246 milhões de SMS com mensagens para o enfrentamento do novo coronavírus




Usuários de serviços de telecom pagaram R$ 65 bilhões em tributos no ano passado

Recolhimento foi o mais alto dos últimos 20 anos, tanto em volume arrecadado quanto em percentual sobre a receita.

...

LEIA MAIS



30 governos já usam plataforma das operadoras para medir isolamento social

Durante a live “Mobile Big Data no combate à pandemia”, do Mobile Time, o presidente-executivo do ...

LEIA MAIS



Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e IoT. As aulas acontecem por meio de apre ...

LEIA MAIS



Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

Lacuna de habilidades é um dos pontos críticos para o incremento dos negócios conectados, revela a pesquisa IoT Signals, produz ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2020 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte