Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

5G é a grande oportunidade para ampliar a cobertura
Agência Telebrasil
19/11/2019

SindiTelebrasil participa de audiência pública na CCTCI da Câmara dos Deputados para discutir a ampliação da cobertura dos serviços de telecomunicações.

O leilão de 5G é a grande oportunidade para converter recursos de arrecadação em compromissos de cobertura dos serviços, avaliou o diretor de Regulação e Autorregulação do SindiTelebrasil, José Bicalho, em audiência pública da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados.

Bicalho explicou que as garantias para a universalização do acesso à banda larga sempre são ampliadas quando os editais de radiofrequência privilegiam as metas de expansão da cobertura em vez de focar na arrecadação de recursos com a venda das frequências.

Além dos compromissos, o diretor apresentou ainda outras questões que precisam ser tratadas dentro das políticas públicas para se ampliar a cobertura dos serviços de telecomunicações também para estradas, distritos menores e áreas remotas. Entre elas, estão a alta carga tributária brasileira, utilização dos fundos setoriais e a necessidade deatualização de leis municipais para o licenciamento de antenas.

Segundo ele, é necessário, na Reforma Tributária, fazer ajustes na carga tributária do setor para que ela seja condizente com a essencialidade do serviço celular, o que aumentará a demanda e ampliará a cobertura. “Essa carga tributária inibe o acesso e o uso dos serviços. A cada R$ 10 de serviços, R$ 4 são pagos em tributos”, afirmou Bicalho, lembrando que os smartphones também têm uma taxação elevada no Brasil.

Em relação aos fundos setoriais, o diretor ponderou que a utilização dos recursos possibilitaria o atendimento a áreas economicamente inviáveis, subsidiando a demanda e investimentos para criar a oferta. Os fundos de telecom já arrecadaram cerca de R$ 100 bilhões desde 2001 e apenas 8% dos recursos foram utilizados no setor.

Outra questão é a necessidade de adequar as legislações municipais à Lei Geral de Antenas para desburocratizar os processos de licenciamento de antenas de celular, para que a ampliação da cobertura ocorra no mesmo ritmo de crescimento da demanda. Atualmente, existem cerca de 300 leis municipais que dificultam ou impedem a instalação de infraestrutura.

Bicalho lembrou que o setor de telecomunicações cumpre todos os compromissos de cobertura estabelecidos nos leilões que radiofrequências que já ocorreram no Brasil, que estabelece a obrigação de cobrir 80% da área urbana do distrito sede do município e não prevê a cobertura em estradas.

O setor, segundo o diretor, tem implementado várias iniciativas como foco na melhoria da qualidade dos serviços, que têm tido reflexos na ampliação dos índices de satisfação dos usuários e na redução das queixas apresentadas à Anatel pelos consumidores. Os índices de reclamações caíram 28% nos últimos quatro anos, segundo dados da agência reguladora, e sofreram redução de 16% nos Procons desde 2016. Por outro lado, o setor de telecomunicações é o que mais resolve as demandas apresentadas aos Procons.

Entre as iniciativas desenvolvidas pelo setor, está o Não Me Perturbe, plataforma criado pelas prestadoras que permite ao usuário registrar seu número para não receber chamadas de telemarketing, o que provocou uma redução drástica nos índices de reclamações da Anatel referentes ao tema. Bicalho encerrou sua apresentação reforçando a disposição do setor de telecomunicações em buscar soluções para a expansão da cobertura e ampliação do acesso.

LEIA TAMBÉM:

11/02/2020
MCTIC promove bate-papo sobre 5G

11/12/2019
Indústria e prestadoras de telecomunicações se posicionam por um leilão 5G mais eficiente para a sociedade

19/11/2019
5G é a grande oportunidade para ampliar a cobertura

18/11/2019
Testes comprovam a viabilidade técnica da convivência entre o 5G e parabólicas

06/11/2019
5G exige segurança para garantir o retorno para o investimento

09/09/2019
Cobertura rural do 5G exige soluções que atendam ao agronegócio

09/09/2019
Com escala, 5G terá smartphone de US$ 200 em dois anos

09/09/2019
Brasil precisa buscar a produtividade com o 5G

09/09/2019
Metas de cobertura são estratégicas no 5G

18/06/2019
Anatel diz que regulamentação não será entrave para Internet das Coisas




Operadoras vão disponibilizar dados de mobilidade ao MCTIC para monitorar deslocamento

Solução virá de atuação conjunta das principais empresas de telecomunicações a partir de dados das redes móveis para auxiliar n ...

LEIA MAIS



Entidades de telecomunicações encaminham carta a prefeitos pedindo adequação urgente das normas de instalação de antenas

Diante da pandemia do novo coronavírus e da necessidade de manter a conectividade, dez Associações e Federações se unem para so ...

LEIA MAIS



Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e IoT. As aulas acontecem por meio de apre ...

LEIA MAIS



Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

Lacuna de habilidades é um dos pontos críticos para o incremento dos negócios conectados, revela a pesquisa IoT Signals, produz ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2020 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte