5G: licitação de frequências só em 2019 pode deixar o Brasil atrás no cenário mundial - Agência Telebrasil

Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

5G: licitação de frequências só em 2019 pode deixar o Brasil atrás no cenário mundial
Agência Telebrasil
24/05/2018

Para a tecnologia 5G desenvolver-se no Brasil, será necessário o envolvimento de diferentes setores da sociedade, aponta Flávio de Oliveira Silva, professor da Universidade Federal de Uberlândia e coordenador do 5G Summit, evento realizado no Painel Telebrasil 2018.

Segundo o especialista, o papel do governo é relevante, uma vez que o Poder Executivo trata da regulação, da normatização e da definição de frequência, mas atua no fomento à formação de recursos humanos e ao estímulo à pesquisa e desenvolvimento.

Para o professor Oliveira Silva, o projeto 5G Brasil é uma articulação importante para que o País tenha um papel de destaque no cenário mundial na evolução da tecnologia. Quanto às faixas de frequências a serem usadas, ele destaca que há um leque amplo que vai compor o 5G, desde as mais baixas, passando pelas médias, como o 3,5 GHz, até as mais altas, acima de 24 GHz.

O coordenador adverte, porém, que a sinalização do governo de licitar a frequência para o 5G apenas no segundo semestre de 2019 pode deixar o Brasil atrasado no cenário mundial de adoção da tecnologia, mas reconhece que há um arcabouço legal que está sendo respeitado. Assistam à entrevista.

LEIA TAMBÉM:

13/08/2018
Telebrasil publica os trabalhos do Projeto 5G Brasil

01/08/2018
Expansão das telecomunicações garantiu crescimento econômico ao Brasil

01/08/2018
Legislação precisa migrar do passado para o futuro

01/08/2018
Telecomunicações têm papel decisivo na transformação digital

31/07/2018
Anatel: números expressam o sucesso do modelo

31/07/2018
Vinte anos de privatização das telecomunicações

09/07/2018
Aprovação do PLC 79/16 abre espaço para mais serviços via satélite

18/06/2018
Tributo "Zero" para um Brasil no Século XXI

18/06/2018
Na era digital, o Brasil é o país que mais cobra impostos sobre os serviços aos consumidores

18/06/2018
Expansão da banda larga passa pelo uso correto dos fundos setoriais




 

20 anos depois, o setor de telecom e os clientes passaram por uma revolução e anseiam por um Brasil Digital

O Brasil avançou muito nessas duas décadas pós privatização e, na opinião dos CEOs das prestadoras de serviços de telecomunicaç ...

LEIA MAIS



Na era digital, o Brasil é o país que mais cobra impostos sobre os serviços aos consumidores

Serviços bons e mais baratos dependem de políticas públicas que permitam baixar a carga de quase 50% de impostos paga hoje pelo ...

LEIA MAIS



4G alcança 4071 municípios no Brasil

Durante os seis primeiros meses do ano, 16 milhões de novos chips 4G entraram em operação, somando um total de 118 milhões de a ...

LEIA MAIS



Brasil Digital - O futuro é agora - é o tema da revista do Painel Telebrasil 2018

Edição da revista, com 104 páginas, consolida os debates realizados no evento, que reuniu a indústria de Telecomunicações.

...

LEIA MAIS



Telebrasil publica os trabalhos do Projeto 5G Brasil

Iniciativa reúne representantes da indústria, as prestadoras de serviços de telecomunicações, o governo federal, a Anatel, a ac ...

LEIA MAIS



Índice de reclamações de usuários de telecom cai 15,6% no 1º semestre

Redução confirma tendência de queda nas reclamações já verificada nos anos anteriores. Em 2017, por exemplo, o índice já tinha ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte