Formação de capital humano para a transformação digital -  Especial - Agência Telebrasil

Tecnologia é dependente das pessoas para responder às demandas da indústria 4.0

09/04/2019

Tecnologia por si só não vai responder a todas as necessidades da indústria 4.0, e é hora de o Brasil criar um ecossistema unindo pessoas, governos e indústrias para se construir uma agenda efetiva de desenvolvimento. "A capacitação de mão de obra é essencial. Precisamos entender onde estamos, entender como estão as pequenas e médias indústrias", salienta o vice-presidente de Indústria da Schneider, Cristiano dos Anjos.

À Telebrasil, Cristiano dos Anjos lembrou que há uma disparidade de nível entre as indústrias com relação à digitalização, e o ideal seria homogeneizar as iniciativas para se ter um caminhar mais acelerado. "A Casa Granado aplicou realidade aumentada para dar agilidade aos operadores de chão de fábrica, atenta à internacionalização. São passos assim que fazem um país mudar", acrescenta o executivo.

Sobre o uso de robôs e um possível impacto no desemprego no País, o vice-presidente da Schneider diz que com a digitalização cada vez mais os robôs vão fazer papel de robôs e os humanos de humanos. "A máquina sempre vai ser uma máquina. E o ser humano será sempre um ser humano. A história prova isso."

A digitalização e os seus impactos na sociedade serão debatidos no Painel Telebrasil 2019, que acontece de 21 a 23 de maio, em Brasília. Assistam à entrevista com o vice-presidente de Indústria da Schneider, Cristiano dos Anjos.

Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e Internet das Coisas. As aulas acontecem por meio de aprendizado à distância e cursos presenciais. Para 2019, a meta da companhia é treinar 1000 pessoas.

Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

Lacuna de habilidades é um dos pontos críticos para o incremento dos negócios conectados, revela a pesquisa IoT Signals, produzida pela Microsoft, com 3000 tomadores de decisões em todo o mundo. A falta de recursos para treinamento da mão de obra também é vista como fator a mais de complexidade.

Sem pessoal, o sistema de Ciência e Tecnologia está em risco no Brasil

Com a falta de reposição de mão de obra qualificada nas instituições governamentais, o Brasil pode ver o desmonte de instituições em áreas como defesa, medicina nuclear e outras. De acordo com dados apresentados em Audiência Pública, no Senado, as perdas de pessoal variam entre 10% a 12% ao ano.

Brasil tem de ensinar as profissões do futuro

Para aproveitar a oportunidade da digitalização da economia, é obrigatório investir na formação de mão de obra, segundo o deputado federal Vinicius Poit.


Formação de capital humano para a transformação digital - clique aqui e veja todo o especial.

Agência Telebrasil
Copyright © 2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte