Formação de capital humano para a transformação digital -  Especial - Agência Telebrasil

TICs precisam de 420 mil profissionais em cinco anos

09/05/2019


Dois estudos recentes sobre o mercado de tecnologia da informação mostram um setor que cresce com e sem crise e com um apetite contínuo e crescente de mão de obra qualificada. Levantamentos da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, Brasscom, e da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro, Softex, estimam um mercado de trabalho de mais de 800 mil profissionais, e que vai precisar de outros 420 mil até 2024.

A Softex fez um retrato do desempenho no setor entre 2007 e 2017 e conclui que ao fim desse período o país contava com 514 mil profissionais no mercado formal de TI, concentrados nas áreas de análise de sistemas, programação de softwares sob encomenda ou customizáveis. O setor experimentou na década avaliada um crescimento de 80% nas vagas de trabalho, puxadas especialmente por programadores, mas com destacado crescimento de atividades ligadas à internet.

As duas pesquisas calculam que o salário médio do setor está perto de R$ 6 mil, o que chega a representar até 2,8 vezes a remuneração média dos brasileiros em geral. E concluem que a demanda vai continuar aquecida. Ao longo dos próximos cinco anos, por conta da transformação digital e da evolução das novas tecnologias como analytics, big data, cloud computing e inteligência artificial, o setor vai precisar adicionar mais 420 mil profissionais.

Maior parte desses especialistas vai ser requisitada pela transformação digital. A Internet das Coisas, por exemplo, de acordo com a Brasscom, vai demandar 107 mil especialistas até 2024. Já big data e Analytics vão requisitar mais de 40 mil profissionais. A computação em nuvem demandará quase 25 mil profissionais e a segurança da informação terá oportunidades para 45 mil especialistas.

Só com mão de obra capacitada, o Brasil terá uma agricultura 4.0

Com o maior uso de tecnologia, há uma demanda significativa de profissionais para o campo com o domínio de TICs, diz a chefe-geral da Embrapa Informática Agropecuária, Silvia Massurhá.

Raízen leva transformação digital ao trabalhador do campo

Fruto da junção dos negócios da Shell e da Cosan, a companhia investiu em um hub de inovação para fazer a sua transformação digital. “Esse é um processo demorado e constante”, adverte o CIO da Raízen, José Eduardo Massad.

Escola nacional será base de formação de militares e civis em defesa cibernética

Projeto do Exército transforma núcleo que dá cursos em parcerias para uma faculdade de graduação e pós-graduação, explica o coronel Paulo Sérgio Reis Filho.

Economia mais digital exige investimento em formação de mão de obra

Para se ter uma economia mais moderna e inovadora, o Brasil precisa ter políticas públicas pra especializar profissionais à nova era, diz o secretario de inovação do Ministério da Economia, Caio Megale.


Formação de capital humano para a transformação digital - clique aqui e veja todo o especial.

Agência Telebrasil
Copyright © 2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte