Formação de capital humano para a transformação digital -  Especial - Agência Telebrasil

Existem mais de 2 mil vagas abertas para DevOps no Brasil

04/09/2019

No mundo, hoje, há pelo menos 60 mil vagas abertas para DevOps e no Brasil existem mais de 2 mil vagas disponíveis, afirma o gerente do Linux Professional Institute (LPI), Eduardo Lima. O executivo diz que o mercado busca por profissionais com uma visão geral de infraestrutura de tecnologia. O grande entrave por trabalhadores mais qualificados é que o DevOps exige uma formação que passa por saber programar e vai até o desenvolvimento de sistemas.

Em TICs, o DevOps é considerado uma das maiores mudanças culturais ao quebrar as barreiras entre os times de desenvolvimento e de operação para gerar melhor comunicação, integração e workflow, resultando em melhoria geral da performance empresarial em diversas companhias. "As corporações estão descobrindo os métodos ágeis para acelerar seus negócios. o DevOps é o caminho, mas hoje pouquíssimos profissionais estão certificados para ser um DevOps", afirma Lima.

No caso do Linux Professional Institute, o trabalho no Brasil é o de fomentar as certificações na área por meio de parcerias com empresas de treinamento. "Temos um vasto campo para atuar. As certificações favorecem muito nessa especialização do profissional a lidar com a tamanha diversidade de ações", acrescenta. 

O Gartner incluiu cloud, IoT, automação, machine learning, Edge Computing, DevOps, e Inteligência Artificial (IA) como as principais tendências para obtenção do passaporte das empresas para boas posições no ranking de atuação. A consultoria adverte, porém, que 75% dos líderes de Infraestrutura & Operações (I&O) não possuem habilidades, comportamentos ou presença cultural necessários para os próximos anos. Assistam a entrevista com Eduardo Lima, do Linux Professional Institute.

Futuro do trabalho: Saiba quais são os 10 comportamentos essenciais para ser um profissional em TICs

Inteligência emocional, pensamento analítico, criatividade são alguns dos comportamentos exigidos no novo modelo de trabalho. Estudo do Fórum Econômico Mundial mostra que, em cinco anos, mais de um terço das habilidades necessárias vai mudar.

Ler, informar e estudar: o tripé essencial do profissional buscado no mercado

O Brasil vive um paradoxo onde muitas pessoas estão à procura de emprego e não acham, e ao mesmo tempo, as empresas têm dificuldades para encontrar o candidato adequado, observa Mônica Flores, presidente da ManpowerGroup para a América Latina.

Brasil padece de boa formação dos professores em inglês

A partir de 2020, as aulas de inglês serão obrigatórias para estudantes do 6º ano do ensino fundamental até o fim do ensino médio, mas muitos professores estão longe de estarem preparados para ensinarem a língua estrangeira.

Jovem de 18 anos cria modelo de alfabetização a partir do uso da robótica

Filha de pescador e dona de casa, Ivia Tainá está à frente de um projeto que une a tecnologia à educação em Santa Luzia do Itanhy, no Sul do Sergipe.


Formação de capital humano para a transformação digital - clique aqui e veja todo o especial.

Agência Telebrasil
Copyright © 2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte